Terceira edição da Feirinha São Luís acontece neste domingo na Praça Benedito Leite

A calmaria e silêncio aos domingos na Praça Benedito Leite, localizada no Centro Histórico, ficaram no passado. Desde o último dia 11 de junho, quando a Prefeitura inaugurou a Feirinha São Luís, o espaço, que antes era pouco povoado aos domingos, ganhou uma cara nova, com atrações culturais que agitam o público, além da diversidade da gastronomia e oferta de produtos agrícolas vindos direto da zona rural da capital.

“Estamos trabalhando incansavelmente para que o sucesso continue em todas as edições da Feirinha São Luís, que reúne a população no local e reocupa o Centro da capital, gerando emprego e renda, além de entretenimento para turistas e moradores da cidade”, explicou o titular da Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa), Ivaldo Rodrigues.

A estudante paraibana que mora em São Luís há 13 anos, Adriane Andrade da Costa, esteve presente na última edição do evento e achou o projeto muito interessante.

“Além de poder incentivar os agricultores locais, que podem aumentar sua renda e produção com o crescimento da demanda, gera mais economia para o Estado. É a valorização do que tem de melhor no Maranhão” disse a estudante.

CULTURA

Durante a feirinha, as atrações culturais se revezam animando os presentes e, ao mesmo tempo, divulgando as manifestações locais. Nesta edição, as apresentações começam às 8h, com o som do berimbau do Centro de Capoeira Angola Matroá; na sequência, às 9h, o couro aquecido do tambor de crioula Arte Nossa faz a alegria do público; às 10h entra a Banda do Bom Menino, dando continuidade aos festejos juninos; já às 11h, o sotaque de orquestra do boi Brilhoso do Sol e Mar traz mais cores à feirinha; às 12h, a quadrilha Mocinha do Sertão dita a festa, que segue às 13h com a irreverência do cacuriá da Fé em Deus.

Às 14h, o forró Pé de Serra.com fecha as apresentações.

“Paralelo ao viés cultural, a Feirinha São Luís vai se fortalecendo como espaço de lazer, de comércio, de interação social. Famílias inteiras podem aproveitar para curtir a praça e ainda levar para casa produtos tipicamente maranhenses”, enfatiza o secretário Ivaldo Rodrigues.

Participam da feirinha 11 polos que comercializam produtos diversos a preços competitivos distribuídos em 61 barracas, sendo 25 para produtores rurais, 25 para artesanato e 11 para gastronomia, além dos food trucks.

GASTRONOMIA

A novidade desta edição é a abertura do Restaurante Escola Senac durante os domingos. Referência no Maranhão pela qualidade de ensino transmitida aos alunos, aliada à excelência no atendimento e demais serviços oferecidos aos clientes, o restaurante vai agregar valor também ao projeto da feirinha, com um cardápio diferente e variado.

Para o diretor regional do Senac, Ahirton Lopes, a instituição que atua na região por meio do trabalho desenvolvido no Restaurante Escola ao longo de 25 anos, não poderia deixar de apoiar o projeto.

“Recebemos a proposta com muita alegria e não vamos medir esforços em atender ao público visitante da Feirinha São Luís, que já sabemos que é formado, em grande parte, por turistas e admiradores da gastronomia e cultura maranhense”, destacou Ahirton Lopes.

Na Barraca do Chef, que dá espaço a nomes reconhecidos da culinária maranhense e apresenta ao público pratos diferenciados, tradicionais e novidades, quem comanda o espaço neste domingo é a chef Cila Brandão, do Restaurante Armazém do Chef.

No evento são expostos e comercializados produtos e subprodutos da agricultura familiar, como frutas, legumes, verduras, hortaliças, doces, compotas, queijos e comidas típicas do estado.

A iniciativa reúne órgãos do município, Banco do Nordeste, Governo do Estado, Supermercados Mateus, Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e Associação Comercial do Maranhão (ACM).

Apoiam ainda o evento, o Senac, Academia Maranhense de Letras, Associação dos Moradores do Centro, Secretaria de Estado da Cultura e Turismo, Iphan-MA, Arquidiocese de São Luís, Sindicado dos Trabalhadores Trabalhadoras Rurais de São Luís.

Conselho apresenta balanço dos projetos apoiados com o Fundo da Criança e do Adolescente

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas), participou nesta sexta-feira (23), no Centro de Criatividade Odylo Costa, filho, da apresentação dos resultados dos projetos apoiados para o biênio 2015/2017, pelo Fundo Municipal da Criança e do Adolescente de São Luís (FMDCA).

O evento foi realizado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), gestor dos recursos do Fundo. Foram investidos cerca de 4 milhões, com execução de aproximadamente 26 instituições da sociedade civil e três do poder público que beneficiaram mais de oito mil crianças, adolescentes e suas respectivas famílias.

De acordo com a titular da Semcas, Andreia Lauande, a tarde de apresentações fecha um ciclo de projetos e atividades que ajudam a transformar a realidade de crianças e adolescentes na capital. “O momento é de comemoração, pois é muito gratificante ver os resultados dos projetos apoiados pelo fundo, através das atividades realizadas ao longo de 2016 pelas instituições. Um dos compromissos da gestão do prefeito Edivaldo é justamente promover a proteção de crianças e adolescentes, por meio do fortalecimento das políticas públicas e o apoio aos projetos que promovam atividades socioassistenciais que contribuam para o desenvolvimento da cidadania de meninos e meninas em São Luís “, disse, Andreia Lauande.

APRESENTAÇÕES

Durante a solenidade, as crianças e adolescentes realizaram apresentações culturais desenvolvidas pelas instituições que incluíam dança, consciência ambiental, teatro, música, capoeira, vídeos e exposição de produtos confeccionados ao longo da execução dos projetos.

“Hoje é um dia de apresentação de resultados do que de fato os projetos significaram na vida dessas crianças, além de uma prestação de contas para toda sociedade de como e onde foram investidos os recursos do FMDCA. As ações apresentadas aqui são de atividades que aconteceram ao longo do biênio 2015/2017”, destacou a presidente do CMDCA, Janicelma Fernandes.

Os projetos sociais desenvolvidos pelas instituições da sociedade civil e órgãos públicos, contemplaram as seguintes linhas de atendimento: Ações de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes; Ações Socioeducativas através do Esporte; Cultura, Lazer e Incentivo à Leitura; Dança; Música; Oficinas de Informática, Acolhimento Institucional, Práticas Restaurativas e Medidas Socioeducativas, Capacitação de Técnicos e Conselheiros Tutelares e Fortalecimento do CMDCA.

Entre os projetos de órgãos públicos executados no biênio 2015/2017, apoiados com os recursos do Fundo, estão o Família Acolhedora; o Projeto Acolher para Qualificar; o atendimento institucional e familiar da Semcas; e o projeto Movimento e Resgate, da Secretaria Municipal de Desporto e Lazer (Semdel).

Para a adolescente Naellem Moraes, atendida pelo Acolher para Qualificar, a participação no projeto foi fundamental para sua família. “Eu e minha mãe não somos daqui e ter esse apoio foi de extrema importância, porque é algo relacionado a nossa moradia. Agradeço muito por ter esse acolhimento quando mais precisamos”, disse a adolescente.

FUNDO

Em São Luís, os recursos do Fundo são provenientes de três fontes principais: o repasse dos 10% do Imposto dos Servidores Municipais, multas e penalidades decorrentes de ações civis e da aplicação de penalidades pecuniária (conforme previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente) e as doações de pessoas jurídicas e físicas em dinheiro e em bens, passíveis de dedução de Imposto de Renda Devido.

Dinheiro sobrando

O prefeito de Paço do Lumiar, Domingos Dutra, tem dito a aliados que já tem dinheiro suficiente para transformar o município em um canteiro de obras.

Dutra só não revela a data do inicio das obras.

Em Paço do Lumiar não é difícil encontrar pessoas reclamando da falta de infraestrutura, do atendimento nas Unidades Básicas de Saúde e da forma como Dutra vem administrando o município.

Prefeitura de São Luís informa que no dia 30, Dia de São Marçal, será ponto facultativo

A Prefeitura de São Luís informa que o dia 30 de junho, Dia de São Marçal, será ponto facultativo nos órgãos da administração do poder executivo municipal.

Ressalta-se que, conforme Lei Municipal nº 3.432/1996, o dia 29 de junho (quinta-feira), Dia de São Pedro, é feriado municipal.

Os serviços públicos considerados essenciais, prestados pelo Município de São Luís, como saúde, limpeza pública, guarda municipal, fiscalização de trânsito, entre outros, terão seu funcionamento inalterado.

Diga adeus ao desemprego

É difícil para o brasileiro levantar cedo em plena segunda-feira e se deparar com um dos maiores desafios de sua vida, “A busca de uma oportunidade de empregos”, já que segundo os dados do IBGE, a taxa de desemprego chegou a seu estado “alarmante’’, mais de 14 milhões de pessoas.

Se você esta nessa lista temos a solução! Com o aumento da inclusão digital mais de 54,9% das pessoas tem acesso a internet por isso, foram criadas as plataformas de buscade emprego online.

Além de juntar todas as vagas de empregos do país em um único lugar, te possibilita de achar uma vaga de estagio, intercambio ou emprego em outro lugar do mundo. O melhor de tudo isso elas não cobram absolutamente nada. Isso mesmo, gratuitas!

Que tal, começar o seu dia procurando vagas sem sair de casa? Achamos pra você mais de 3.900 mil vagas em São Luís e diversas cidades da região.

As oportunidades vão desde vendedor a auxiliar de enfermagem. É importante ressaltar que algumas requerem uma experiência do candidato. Outras, não. Para acessá-las clique aqui

Para vagas em outros países clique nos links abaixo.

Argentina / Canadá / Chile / Colômbia / Brasil / Costa Rica / Equador / México / Panamá / Peru / Porto Rico / EUA / Uruguai / Venezuela / Áustria / Bélgica / Suíça / República Checa / Dinamarca / Alemanha / Espanha / Finlândia / França / Reino Unido / Grécia / Hungria / Irlanda / Israel / Itália / Luxemburgo / Holanda / Noruega / Polônia / Portugal / Romênia / Rússia / Suécia / Ucrânia / Emirados Árabes Unidos / Austrália / Bahrein / Hong Kong / Indonésia / Índia / Japão / Corea do Sul / Kuwait / Cazaquistão / Malásia / Nova Zelândia / Omã / Filipinas / Catar / Arábia Saudita / Singapura / Turquia / Taiwan / Vietnã / Egito / Marrocos / Nigéria / África do Sul / China/ Tailândia

 

‘São João de Todos Nós’ garante estrutura e segurança para o público curtir festas juninas em São Luís

O público que frequenta o ‘São João de Todos’, parceria entre o Governo do Estado e a Prefeitura de São Luís, nos circuitos oficiais da Praça Maria Aragão, Parque Folclórico da Vila Palmeira, Ipem e Praça Nauro Machado conta com vários serviços que garantem curtir a programação com tranquilidade.

Equipes do Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (SMTT/Blitz Urbana), Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania (Semusc/Guarda Municipal), Secretaria Municipal de Saúde (Semus/Vigilância Sanitária) estão à disposição para atender ao público.

O ‘São João de Todos’, prossegue até o dia 2 de julho. A programação começa às 19h com seis atrações por noite em cada arraial, entre grupos de bumba meu boi, quadrilhas, danças tradicionais e shows.

Nesta quarta (21) e quinta-feira (22), a festa continua a partir das 18h, com apresentações de tambor de crioula, bumba meu boi, danças folclóricas, companhias de ritmos e shows de artistas locais.

“Os maranhenses que vêm para o arraial curtir o São João encontram uma estrutura completa que dá comodidade para toda a família, com atendimento de primeiros socorros, encaminhamento hospitalar, barracas de comidas típicas, brinquedos para as crianças, banheiros químicos, além dos espaços com programação folclórica”, explica o secretário municipal de cultura, Marlon Botão.

O Arraial da Praça Maria Aragão traz na programação desta quarta-feira (21), os tambores de crioula Mensageiros de São Benedito e Milagre de São Benedito de Canuto, os bois da Vila Passos de Canuto (zabumba), Encantos do Olho d´Água (orquestra), de Sonhos (orquestra) e Axixá (orquestra) e o show ‘Encantarias’, com Luiz Cláudio.

Já na quinta-feira (22), apresentam-se os tambores de crioula Mocidade Independente e Tijupa e os bois de Axixá (orquestra), São Simão (orquestra) e Santa Fé (baixada). Tem ainda a Cia Encantar e o show ‘Flores de Aço’.

No Barracão do Forró, haverá apresentações de Raimundinho e Forró Pé No Chão e grupo Raízes da Terra.

ESTRUTURA

O Corpo de Bombeiros está diariamente com três equipes de pronto atendimento em primeiros socorros, com cinco integrantes cada, posicionadas em pontos estratégicos da Praça Maria Aragão.

Com poucas ocorrências, a supervisora da equipe de bombeiros no local, Jardiana Nogueira informa que o arraial está bem tranquilo.

“A nossa equipe está aqui preparada, com equipamentos para agirmos em qualquer eventualidade. Fazemos o atendimento de primeiros socorros e encaminhamos a pessoa para uma unidade móvel, se necessário”, reforça a supervisora.

Em dias de semana, quando o movimento é menor, ficam a postos oito integrantes da Polícia Militar. Porém, em dias mais cheios, aumenta o número de equipes dependendo da demanda.

Ainda na área de segurança, destaca-se a participação da Guarda Municipal, com 30 guardas divididos em equipes de seis e em turnos, que fazem um trabalho de prevenção a ocorrências.

A Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte é responsável por dar fluidez ao trânsito nas proximidades da Praça Maria Aragão, reservar espaços para taxistas e organizar as descidas e paradas do ônibus das danças folclóricas.

Trabalham nove pessoas na equipe por dia, mas de acordo com a necessidade este número pode ser aumentado.

SEGURANÇA

O empresário maranhense Luiz Pedro, 37 anos, considera a Praça Maria Aragão um dos melhores arraiais da cidade. “Já venho há três dias com a família, filhos pequenos, e nunca tive problemas, inclusive em dias mais cheios. A organização e segurança estão boas, já vi muitos policiais e nenhuma briga ou movimento estranho”, conta.

A Praça Maria Aragão conta ainda com espaço exclusivo para idosos e pessoas com mobilidade reduzida, além de banheiros químicos na parte esquerda do palco.

Um posto de saúde equipado para atendimento de urgência estará em funcionamento durante todo o período da programação junina, com uma ambulância para encaminhamento a hospital.

As secretarias de Obras e Serviços Públicos (Semosp), da Criança e Assistência Social (Semcas) também são parceiros no evento, para limpeza dos arraiais e na campanha preventiva de conscientização e comprometimento no combate ao trabalho infantil durante o São João.

O turista recebe atenção especial durante o ‘São João de Todos’, por meio de Centrais de Atendimento ao Turista instaladas nos arraiais da Praça Maria Aragão e do Ipem, para distribuição de programação e informações sobre a cultura e destinos turísticos maranhenses.

Além disso, eles podem tirar fotos no local, que tem decoração junina.

Além do circuito oficial, a programação também se estende para os arraiais em 12 bairros: Bairro de Fátima, João Paulo, João de Deus, Cohajap, Liberdade, Largo de Santo Antônio no Centro, Cohatrac, Anil, Anjo da Guarda, Cidade Operária, Vila Embratel e Praça do Letrado no Vinhais.

Nesses locais, a programação vai de 23 a 29 de junho.

A programação completa está disponível no portal da Prefeitura (www.saoluis.ma.gov.br) e no hotsite ‘São João de Todos’ (http://www.ma.gov.br/saojoaodetodos/)

PROGRAMAÇÃO

QUARTA-FEIRA (21)

Arraial da Maria Aragão

18H TAMBOR DE CRIOULA MENSAGEIROS DE SÃO BENEDITO

18H30 TAMBOR DE CRIOULA MILHAGRE DE SÃO BENEDITO DE CANUTO

19H BOI DA VILA PASSOS DE CANUTO (Z)

20H BOI ENCANTOS DO OLHO D´AGUA (O)

21H BOI DE SONHOS (O)

22H SHOW ENCANTARIAS LUÍS CLÁUDIO

23H BOI DE AXIXÁ (O)

Arraial da Vila Palmeira

19H BOI DE GUIMARÃES (Z)

20H BOI DE AXIXÁ (O)

21H BOI DA VILA PASSOS DE CANUTO (Z)

22H SHOW LAMPARINA

23H BOI ENCANTOS DO OLHO D´AGUA (O)

Arraial do Ipem

19H BOI MEU TAMARINEIRO (O)

20H BOI DE SÃO SIMÃO (O)

21H BOI DE GUIMARÃES (Z)

22H SHOW ALEXANDRA NICOLAS

23H BOI DA PINDOBA (M)

QUINTA-FEIRA (22)

Arraial da Maria Aragão

18H TAMBOR DE CRIOULA MOCIDADE INDEPENDENTE

18H30 TAMBOR DE CRIOULA TIJUPA

19H BOI DE AXIXÁ (O)

20H BOI DE SÃO SIMÃO (O)

21H CIA ENCANTAR (A)

22H SHOW FLORES DE AÇO

23H BOI DE SANTA FÉ (B)

BARRACÃO DO FORRÓ

20H RAIMUNDINHO E FORRÓ PÉ NO CHÃO

21H RAÍZES DA TERRA

Arraial da Vila Palmeira

19H BOI DE UPAON AÇU (O)

20H BOI DA FE EM DEUS (Z)

21H BOI DE PALHA (A)

22H SHOW FOLIA DE TRÊS

23H BOI DA MAIOBA (M)

Arraial do Ipem

19H CACURIÁ DE TETE (A)

20H BOI LENDAS E MAGIAS (O)

21H BOI BRILHO DA ILHA (O)

22H SHOW MANO BORGES

23H BOI PIRILAMPO (A)

BARRACÃO DO FORRÓ

20H GANZOLA PE NO CHÃO

22H KAMBADA DO FORRÓ

 

 

Justiça condena acusados de participação em organização criminosa

Em sentenças assinadas pela juíza Jaqueline Reis Caracas, titular da 1ª vara de Paço do Lumiar, Elielson de Oliveira Silva Júnior e Gustavo Augusto Menezes Lopes foram condenados pela acusação de participação em organização criminosa.

Em uma das sentenças, a  magistrada condenou ainda o réu Warlen Gabriel da Silva Cruz por posse ilegal de arma e corrupção de menor. Também acusado de participação em organização criminosa, Warlen foi absolvido da acusação por insuficiência de provas, como consta da sentença.

Por insuficiência de provas, outro acusado do mesmo crime e de participação em incêndios criminosos de ônibus na capital maranhense, Maurício Abreu Silva Froes, foi absolvido.

De acordo com as sentenças, a pena atribuída ao réu Elielson foi de 08 anos e 02 meses de reclusão. Ao réu Gustavo Augusto foi arbitrada a pena de 10 anos, 08 meses e 18 dias de reclusão.

Os condenados devem cumprir as respectivas penas em regime inicialmente fechado, na Penitenciária de Pedrinhas. Já o réu Warlen, condenado inicialmente a 04 (quatro) anos de reclusão, teve a pena privativa de liberdade substituída por duas penas restritivas de direito: uma na prestação de serviços à comunidade pelo tempo da pena privativa imposta e outra em pena pecuniária no valor de ½ salário-mínimo no valor de R$ 468,50 (quatrocentos e sessenta e cinco reais e cinquenta centavos).

Incêndios criminosos – Todos os réus foram presos em setembro de 2016, durante operação policial que buscava impedir os incêndios criminosos a ônibus e prédios da cidade (São Luís) e que seriam ordenados por presos do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, especialmente pela organização criminosa da qual os mesmos (réus) foram acusados de pertencer, “com o intuito de lutar contra o que intitulavam ‘opressão do Governo Estadual’”.

Investigações deflagradas por policiais da SEIC à época tendo como principais alvos os principais líderes da facção criminosa, dentre os quais Gustavo, apontado como responsável pela disciplina da organização e que ocuparia o posto de “torre”, um dos pontos mais altos da organização, bem como Elielson, um dos supostos autores dos ataques (incêndios) e liderança dentro da facção. Interceptações telefônicas realizadas no curso da operação policial deflagrada na ocasião comprovaram o envolvimento dos acusados com a cúpula da organização.

Os acusados Maurício e Warlen foram presos quando da prisão de Gustavo, ocasião em que foi apreendido um menor. Os quatro encontravam-se em uma casa no bairro Maiobão, onde foram encontrados 01 (um) revólver calibre 32, com numeração apagada e munições intactas.

Antecedentes – Na sentença em que condena Warlen e Gustavo, a magistrada afirma, referindo-se ao segundo condenado, que “o grau de culpabilidade do réu é exacerbado”, uma vez que o mesmo é membro atuante de organização criminosa de alta periculosidade.

Referindo-se aos antecedentes do réu, a juíza cita processo por homicídio ao qual Gustavo responde junto à 4ª Vara do Tribunal do Júri de São Luís, processo por direção de veículo automotor sem a devida habilitação (2ª Vara de Paço do Lumiar), bem como a condenação do réu, na mesma vara, por crime de porte de arma de fogo de uso restrito.

Quanto ao réu Elielson, a magistrada afirma que as provas constantes dos autos são suficientes para confirmar a participação do mesmo na organização criminosa que se destina à prática de crimes muito graves, como tráfico de drogas, roubos, latrocínios e homicídios.

Sobre os antecedentes do réu, Jaqueline enumera processo por trafico de drogas perante a 2ª vara de Paço do Lumiar, inquérito policial por crime de latrocínio no qual o réu é indiciado, além de autos remetidos para a 7ª vara criminal e relativos ao crime de incêndio ocorrido em escola localizada no bairro do Coroadinho.

 

Justiça decreta prisão de Mábenes Fonseca

Os desembargadores da 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) determinaram a prisão do ex-prefeito de Paço do Lumiar, Mábenes Fonseca, por crimes previstos na Lei de Licitações e crime de responsabilidade (Decreto-Lei n° 201/67).

O ex-prefeito foi condenado em ação penal pela juíza da 1ª Vara da Comarca de Paço Lumiar, Jaqueline Reis Caracas, ao cumprimento de pena de oito anos e seis meses de reclusão e ao pagamento de multa no valor de R$ 12.292,31, inabilitando-o para o exercício de cargo ou função pública (eletivos ou de nomeação) pelo prazo de cinco anos.

Em razão do entendimento do Supremo Tribunal Federal – que autorizou a execução de pena após a confirmação da decisão condenatória em segunda instância – os desembargadores atenderam ao pedido do Ministério Público do Maranhão (MPMA), determinando a expedição do mandado de prisão.

Na denúncia contra Mábenes Fonseca, o MPMA afirmou que o ex-gestor, enquanto prefeito de Paço do Lumiar, teve suas contas referentes ao exercício financeiro de 2003 reprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Entre as irregularidades apontadas, incluem-se ausência de processos licitatórios na contratação de serviços de coleta de lixo, compra de gêneros alimentícios e material gráfico; fragmentação de despesas para compras de material escolar, de higiene e limpeza; notas fiscais inidôneas e ausência de encaminhamentos de relatórios.

O TCE imputou-lhe o débito de R$ 614 mil e aplicou multas no valor de R$ 245 mil.

Com a condenação em primeira instância, o ex-gestor recorreu ao TJMA, pedindo a reforma da sentença para absolvê-lo das acusações ou reduzir a penalidade, argumentando ser inepta a denúncia e inexistentes o crime e o dolo de lesar o erário.

Ao analisar o recurso, o desembargador Raimundo Melo (relator) afastou as teses da defesa, observando que Mábenes Fonseca, na condição de gestor, foi quem assinou os contratos apontados nos crimes, autorizando os empenhos e pagamentos.

O desembargador ressaltou que o ex-gestor responde a mais de 25 ações, decidindo por manter todos os termos da sentença de 1º Grau que, para ele, analisou cada uma das circunstâncias judiciais, sem ter havido falha em sua valoração negativa.

“O Juízo entendeu, de forma motivada, que o apelante possui ensino médio completo, profissão definida e família constituída, mas como gestor público gerou um verdadeiro caos na municipalidade, tanto é que não chegou a terminar seu mandato porque foi cassado, dadas as graves irregularidades e denúncias de corrupção que permearam sua gestão”, frisou o magistrado.

O voto do relator foi acompanhado pelos desembargadores Antonio Fernando Bayma e João Santana de Sousa.

‘Feirinha São Luís’ terá segunda edição neste domingo na Praça Benedito Leite

Uma amostra do que há de melhor na culinária, arte e cultura do Maranhão estão na ‘Feirinha São Luís’, evento que reúne agricultores familiares, artesãos e profissionais da gastronomia na Praça Benedito Leite (Centro), aos domingos, das 7h às 15h.

A iniciativa da Prefeitura de São Luís tem como proposta revitalizar o espaço da praça, incentivar a pequena produção e promover o intercâmbio sociocultural.

A segunda edição do evento, que acontece neste domingo (18), traz uma série de atrações folclóricas locais e destaca a arte e a boa comida maranhense.

O secretário municipal de Abastecimento, Pesca e Agricultura (Semapa), Ivaldo Rodrigues, pontuou o sucesso da primeira feirinha destacando a organização, a variedade de opções e o importante espaço para lazer, e entretenimento da cidade.

Ivaldo Rodrigues destaca que a ideia do evento é justamente reunir a população para apreciar a cultura, conhecer e consumir produtos tipicamente maranhenses, além de estimular os pequenos produtores e promover o resgate do espaço.

“Com o movimento da feirinha o comércio é aquecido em um dia em que, geralmente, não há tantas opções de compra e a praça é preservada. Estamos muito felizes com a receptividade do público, e por determinação do prefeito Edivaldo, o projeto acontecerá todos os domingos”, disse o gestor.

Nesta edição, um dos pontos altos do evento é a Barraca do Chef, que dá espaço a nomes reconhecidos da culinária maranhense e apresenta ao público pratos diferenciados, tradicionais e novidades.

Quem comanda o espaço neste domingo é o chef Luciano Rosa, do Supermercado Mateus.

Para agradar ao paladar do público ele traz pratos típicos do período junino como torta de camarão, arroz de cuxá e Maria Isabel, bolos de macaxeira e tapioca e mingau de milho com amendoim.

A proposta é que a cada edição, seja apresentado um cardápio com a marca maranhense. Na primeira edição, realizada no último domingo (11), o chef Melquíades Dantas optou por um cardápio surpresa, divulgado apenas na hora do evento.

O profissional brindou o público com pratos típicos do período junino como torta de sururu, mingau de milho, compotas e bolos diversos.

CULTURA

Durante a feirinha, as atrações culturais se revezam animando os presentes e ao mesmo tempo divulgando as manifestações locais. Estão no cronograma desta edição a Banda da Feirinha, a partir das 8h, seguido do grupo de dança Cacuriá Assacana, Banda da Guarda Municipal, o boi Pirilampo (alternativo) que chega animando a partir das 11h, em seguida, o Grupo Lamparina e encerrando as atrações culturais, o boi Encanto da Ilha, às 13h.

Paralelo ao viés cultural, a ‘Feirinha São Luís’ vai se fortalecendo como espaço de lazer, de comércio, de interação social. Famílias inteiras podem aproveitar para curtir a praça e ainda levar para casa produtos tipicamente maranhenses, enfatiza o secretário Ivaldo Rodrigues.

Participam da feirinha 11 polos que comercializam produtos diversos a preços competitivos distribuídos em 61 barracas, sendo 25 para produtores rurais, 25 para artesanato e 11 para gastronomia, além dos food trucks.

No evento são expostos e comercializados produtos e subprodutos da agricultura familiar, como frutas, legumes, verduras, hortaliças, doces, compotas, queijos e comidas típicas do estado. “É uma boa oportunidade para prestigiar nossa cultura e consumir produtos de qualidade”, destaca o titular da Semapa.

 

Pré-conferência da Saúde chega aos distritos da Cohab e Coroadinho

Na fase final de realização das pré-conferências de Saúde, a Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus) e do Conselho Municipal de Saúde (CMS), reuniu nesta terça-feira (13), representantes dos distritos da Cohab e Coroadinho para discutir o funcionamento do Sistema Único de Saúde (SUS), nessas localidades.

A última pré-conferência será realizada nesta quarta-feira (14), a partir das 8h, na Vila Maracanã, com a participação do distrito Vila Esperança.

A pré-conferência Cohab e Coroadinho teve a participação de gestores das unidades de saúde, representantes dos conselhos comunitários, trabalhadores da saúde e usuários dos serviços que apresentaram suas inquietações e avaliaram o desempenho do SUS frente à crescente demanda de atendimento nesses distritos, propondo melhorias.

Na ocasião, técnicos da Semus fizeram uma apresentação identificando os principais problemas de saúde e explicando o comportamento dos indicadores de saúde específicos daquela região, destacando os investimentos da Prefeitura na recuperação da rede assistencial, com as reformas realizadas nas unidades de saúde do Turu, Carlos Macieira, Cohab, Genésio Ramos, Fátima e da Unidade Mista do Coroadinho, que foi totalmente revitalizada em 2013, possibilitando a instalação de novos leitos de retaguarda para a rede de urgência e emergência da capital.

SATISFAÇÃO

A diretora do Centro de Saúde do Bairro de Fátima, Célia Bastos, disse que a unidade atende a mais de 20 mil pacientes mensalmente, e a pré-conferência colabora para mostrar o nível de satisfação dos usuários.

“Esse encontro democrático soma com a gestão municipal na busca de melhoria dos serviços, porque a comunidade pode apresentar ideias para solucionar e ou minimizar os problemas”, afirma.

O superintendente de Planejamento da Semus, Henrique Jorge dos Santos, destacou o caráter democrático das pré-conferências.

“É uma audiência pública que proporciona um momento único de debates que ajudam a fortalecer o SUS. A partir do que for apresentado vamos para a construção dos Planos Plurianual e Municipal de Saúde, para o período de 2018 a 2020, com a participação popular e acolhendo as principais demandas”, explicou.