Inaldo Pereira diz que Domingos Dutra mente para a população

Inaldo Pereira

O ex-candidato a prefeito de Paço do Lumiar, Inaldo Pereira, disse na manhã desta sexta-feira (18), em entrevista a este blog, que o prefeito de Paço do Lumiar, Domingos Dutra mente para a população quando afirma que vem realizando obras no município.

Segundo Inaldo, o mutirão da limpeza, a operação tapa-buracos e o programa Mais Asfalto, são obras do Governo Estadual, que Domingos Dutra apresenta como sendo de sua autoria.

Prefeito Domingos Dutra

Ainda segundo Inaldo Pereira, a única coisa que o prefeito Domingos Dutra tem feito no município é atacar a oposição. “O que Dutra faz com maestria no município é atacar com ódio cruel a oposição. Ele precisa descer do palanque, deixar de atacar quem só quer o bem da população”, disse.

Inaldo Pereira revelou que tem visitado a Zona Rural do município e o que ele tem ouvido é muitas reclamações da população a cerca do descaso do poder público municipal.

“A população da Zona Rural está esquecida por parte da prefeitura. São muitas as reclamações sobre o descaso do prefeito”, denunciou.

Secretaria de Saúde do Estado deve providenciar transferência imediata de paciente para UTI

 

A juíza Mirella Cezar Freitas, titular da 2ª vara da comarca de Itapecuru Mirim e respondendo pela vara única da comarca de Cantanhede, determinou, na última quarta-feira (17), que a Secretaria de Saúde do Estado transfira, no prazo máximo de 24 horas, o paciente J. T. B. para um leito de uma unidade de Terapia Intensiva (UTI) da rede pública do Estado, para tratamento de leptomeningite.

A decisão liminar determina que, caso não seja encontrada vaga na rede pública de saúde, por motivo de superlotação, que a internação ocorra em hospital da rede privada, conveniada ou não ao SUS, desde que não seja necessário retirar algum paciente já internado que também necessite de tratamento intensivo.

O Estado do Maranhão deverá arcar com todas as despesas do tratamento, bem como providenciar o transporte do paciente até o hospital, sob pena de multa diária no valor de R$ 1.000,00, tendo em vista o relato do paciente de não possuir condições financeiras de pagar pela internação na rede hospitalar privada, a qual já se encontra “orçada em valores astronômicos”.

Segundo os autos, a necessidade de transferência do paciente para um hospital da rede pública compatível com o grau de complexidade da enfermidade do paciente foi comunicada aos familiares pela direção do Hospital UDI, onde ele se encontra; mas os familiares fizeram inúmeras solicitações junto à Secretaria de Saúde do Estado, sem que os pedidos fossem atendidos.

UTI – Conforme laudo médico, o paciente sofre de confusão mental e agitação psicomotora que comprovam a necessidade de transferência para uma UTI, em caráter de urgência, sob pena de ter agravado seu estado de saúde, para que receba o necessário atendimento adequado à sua situação, incluindo a medicação indispensável ao tratamento.

“Tendo em vista a necessidade da urgência na transferência do paciente para hospital com leito de UTI, bem como diante de sua ausência de condições financeiras para custear o procedimento em rede particular, restou comprovada a probabilidade do seu direito”, declarou a juíza na decisão.

Na decisão a juíza considerou, ainda, que “a dignidade da pessoa humana, como fundamento da República Federativa do Brasil, tem aptidão para obrigar o Estado a prestar assistência aos seus cidadãos, fomentando ou facilitando o acesso deles aos meios de tratamento adequados, a fim de que sejam preservadas a saúde e a vida de todos aqueles que necessitarem de tal proteção”.

 

Cobradora de ônibus está desaparecida

Uma cobradora de ônibus da empresa Taguatur, identificada apenas como Suzana, há duas semanas, segundo colegas de trabalho, não aparece na empresa para trabalhar.

Ainda de acordo com os colegas de Suzane, um homem esteve na garagem da empresa, no Anjo da Guarda, no início da semana à procura dela. Ele teria se identificado como namorado e que não a via há uma semana.

Os amigos de trabalho de Suzane informaram que ela tem apenas uma tia em São Luís, mas não souberam informar onde ela reside.

Todos estão preocupados e prometem procurar ainda esta semana o Sindicato da categoria e pedir  apoio para  localizar Suzane.

Líderes de organização criminosa são presos em Goiânia

Uma ação conjunta do Grupo de Atuação Especial no Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), Superintendência Estadual de Prevenção e Combate à Corrupção (Seccor) e Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) resultou, nesta quarta-feira, 16, na prisão de três dos líderes da organização criminosa alvo da Operação Paraíso Fiscal.

Paulo Henrique Costa Carrijo, Missias Francelino da Silva e Wemerson Miguel da Silva foram presos, na manhã desta quarta-feira, em Goiânia-GO. Eles estão sendo trazidos para São Luís pelos delegados Roberto Wagner Leite Fortes (superintendente da Seccor), Ricardo Luiz de Moura e Silva e Luiz Augusto Aloise de Macedo Mendes (2° Departamento de Combate à Corrupção – 2° Deccor).

Outros três mandados de prisão de líderes da organização criminosa continuam em aberto. Todas as prisões preventivas foram determinadas pelo juiz Ronaldo Maciel, titular da 1ª Vara Criminal Privativa para Processamento e Julgamento dos Crimes de Organização Criminosa da Comarca da Ilha de São Luís, com base em pedido conjunto do Ministério Público e Polícia Civil do Estado do Maranhão.

Assinaram a representação os promotores de justiça Marco Aurélio Cordeiro Rodrigues, Marcos Valentim Pinheiro Paixão e Klycia Luiza Castro de Menezes; além dos delegados da Seccor e 2º Deccor.

Em 25 de maio, uma primeira etapa da Operação Paraíso Fiscal havia efetuado as prisões de Nelton Carrijo Gomes e Thaisa Vieira de Moura, além da apreensão de documentos, dois computadores, uma arma e telefones celulares.

FRAUDES

Segundo o Ministério Público do Maranhão e o 2º Deccor, empresas de fachada foram registradas no Maranhão, Pará, Piauí e Bahia e, mediante a emissão de notas fiscais eletrônicas falsas, simulavam a venda de grandes quantidades de soja para a Agropecuária MCD LTDA, registrada no Maranhão e supostamente localizada em São João do Paraíso.

A organização criminosa inseria declarações dos valores devidos do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) nas notas fiscais frias com o objetivo de gerar créditos tributários falsos em favor da Agropecuária MCD LTDA.

Em seguida, a empresa vendia grãos de milho a empresas de outros estados e com os créditos tributários sonegava o pagamento dos impostos.

A Receita Estadual do Maranhão detectou, entre março de 2014 e novembro de 2016, 828 operações de simulação de compra de soja com as firmas de fachada, totalizando R$ 176.711.498,00.

A Agropecuária MCD realizou 11.561 operações interestaduais de venda de milho, no valor de R$ 212.935.854,00.

O Gaeco aponta que o esquema fraudulento causou um prejuízo de R$ 23.235.361,00 ao Estado do Maranhão.

Evangélicos da Assembleia de Deus comemoram dia dos pais

Evangélicos da Congregação Jerusalém do bairro Paranã II, área XLV, em Paço do Lumiar, comemoraram o dia dos pais com oração, louvor, poesias  e um jantar.

Logo no início da noite, grupos de Cantos Corais, duetos e solos se revezaram para louvar e engrandecer o nome do Senhor Jesus Cristo.

Houve também a declamação de poesias e depoimentos de filhos presentes ao culto.

Felipe de apenas 9 anos, que no dia anterior havia procurado o dirigente da Congregação para comunicar que não participaria das homenagens aos pais, minutos antes do início da cerimônia resolveu participar.

Segundo o dirigente, Irmão Josimar, o pai de Felipe foi assassinado quando ele ainda tinha 4 anos. “O pai dele não está mais entre nós. Foi assassinado, por isso ele não queria participar das homenagens aos pais, mas veio nesta noite para mostrar, segundo ele, a importância de um pai na vida de um filho,  revelou.  

Ainda segundo o dirigente, Felipe é uma criança atenciosa, obediente e muito querida pelos membros da Igreja. É membro ativo do Coral Infantil e um estudioso da palavra de Deus.

O menino tem uma irmã de 3 anos, que também participa do Coral infantil. Os dois moram com a avó, Maria da Silva, que os enche de mimos e carinhos. “Essas crianças são dois tesouros que Deus me deu. São minha vida”, declarou.

 

Sem infraestrutura

Prefeito Domingos Dutra

Moradores do Residencial Cordeiro, em Paço do Lumiar, reclamam da falta de infraestrutura no bairro.

Vereador Inácio Ferreira

Segundo os moradores, o prefeito Domingos Dutra esteve na comunidade no mês de janeiro e garantiu que os problemas seriam resolvidos, mas até o momento nenhuma providência foi tomada.

Ainda segundo os moradores, o vereador Inácio Ferreira também passou por lá e teria prometido ajudar os moradores, mas não retornou mais.

Longe dos movimentos

Inaldo Pereira

O líder comunitário Inaldo Pereira parece ter dado um tempo dos movimentos sociais em Paço do Lumiar.

Combativo e ferrenho defensor das causas populares, Inaldo não é visto mais com muita freqüência no município.

Os motivos que levaram Inaldo a silenciar ainda são desconhecidos dos luminenses.

Decretada indisponibilidade de bens de ex-prefeito

Ex-prefeito Antonio Roque

Em atendimento à solicitação do Ministério Público do Maranhão (MPMA), foi decretada, em 31 de julho, a indisponibilidade dos bens, até o limite de R$ 1,54 milhão, do ex-prefeito de Bom Jardim, Antonio Roque Portela de Araújo.

A determinação judicial foi motivada por irregularidades na execução de um convênio firmado em julho de 2007 entre o Município e a Secretaria de Estado de Saúde (SES).

A decisão, proferida pelo juiz Raphael Leite Guedes, atende à Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa (ACP), ajuizada em 18 de junho, pelo titular da Promotoria de Justiça da comarca, Fábio Santos de Oliveira.

AÇÃO

Na ação que motivou a decisão, o MPMA relata que, dos R$ 145 mil recebidos pelo Município em decorrência do Convênio nº 537/2007-SES, somente 15% foram usados para as obras indicadas no acordo.

Apesar disso, o ex-prefeito atestou que as obras haviam sido totalmente executadas. Foram verificadas, ainda, irregularidades na licitação relativa ao convênio.

Segundo o Ministério Público, no processo licitatório, vencido pela empresa Pimenta e Dias LTDA, houve um acordo prévio à apresentação das propostas, uma vez que os outros dois concorrentes – as empresas Delbrisa e Rdourado – apresentaram propostas exatamente iguais, no valor de R$ 148.935,00. Somente a empresa Pimenta e Dias LTDA apresentou proposta inferior às dos outros participantes da licitação.

Para o MPMA, o objetivo da participação das empresas Delbrisa e Rdourado foi somente dar aparência de legalidade ao procedimento licitatório.

Mesmo com essas irregularidades, o ex-prefeito Antonio Araújo homologou o contrato firmado com a Pimenta e Dias LTDA.

Aliados querem Daniel Dutra na Assembleia

Daniel Dutra poderá ser o escolhido de Dutra para concorrer a uma cadeira na Assembleia

Cresce em Paço do Lumiar as especulações em torno de uma possível candidatura de Daniel Dutra, Filho do prefeito de Paço do Lumiar, Domingos Dutra, a uma vaga na Assembleia Legislativa do Estado, em 2018.

Segundo aliados, Daniel tem se destacado como um grande articulador político no município e já contaria com o apoio de diversas lideranças comunitárias dispostas a levar à frente seu projeto de conquistar uma cadeira no legislativo maranhense.

Ainda segundo aliados, ele será o candidato do clã Dutra em 2018.

Policiais Militares fazem palestras em Penalva

Crianças de Penalva aprendem um pouco sobre a Polícia Militar do Maranhão

Kamilla Rodrigues

Policiais do Esquadrão Águia do BPCHOQUE, Albatroz do 8° BPM e do Batalhão Tiradentes ministraram na manhã e tarde dessa terça-feira (8), palestras em escolas públicas do município de Penalva sobre atuação da Policia Militar do Maranhão no combate a violência e os malefícios causados ao seres humanos pelo uso de drogas. 

Segundo o sargento Eliton, do BPChoque, além de mostrar às crianças e aos pais os malefícios que as drogas causam às pessoas, o evento serviu também para estreitar os laços entre a PMMA e a comunidade.

“A polícia Militar sempre esteve presente nas comunidades atuando de forma ostensiva e preventiva para evitar o crime. Esse tipo de trabalho realizado por nós aproxima ainda mais a polícia e a comunidade”, relatou.

A estudante Maria da Silva, de 10 anos, disse que achou interessante o assunto abordado durante as palestras. “Tem muita coisa que a polícia faz para garantir nossa Segurança para trazer a tranqüilidade. Os policiais  são os nosso heróis, declarou.