Crianças da rede municipal de ensino são incentivadas à leitura por meio do projeto “Lê pra Mim?”

Crianças da rede municipal de ensino são incentivadas à leitura por meio do projeto ″Lê pra Mim?″

Estudantes da rede pública municipal ouviam atentamente histórias contadas nesta quarta-feira (4), na Biblioteca Benedito Leite. A iniciativa faz parte do projeto “Lê Pra Mim?”, que leva o mundo dos livros a crianças de escolas públicas e que foi idealizado pela atriz Sônia de Paula e pelo produtor Marcelo Aouila.

Esta é a segunda edição do projeto que convida atores para lerem para as crianças. A atividade prossegue até quinta-feira (5).

O secretário municipal de Educação, Moacir Feitosa, destacou a importância do projeto e que a gestão do prefeito Edivaldo tem fortalecido iniciativas de valorização e incentivo à leitura.

“O conhecimento é um bem de valor único. Ninguém pode nos tirar o que os livros nos ensinam. A gestão do prefeito Edivaldo não tem medido esforços para garantir ferramentas e espaços de incentivo à leitura as crianças da rede, procurando formar novos leitores, cidadãos conscientes de seus direitos e deveres”, disse o titular da Semed.

O objetivo é fomentar o gosto pela leitura, a partir da relação da criança com o contador da história. “De alguma forma, as crianças conhecem eles, assim fica mais fácil para plantar a sementinha”, diz Sônia de Paula, explicando que acredita estar “plantando uma sementinha” em crianças que podem vir a ser, elas próprias, escritoras. “Não sei se eu vou ver, mas tenho certeza que meus netos e bisnetos vão ver esses frutos”, pontuou.

INCENTIVO

Os pequeninos de 5 e 6 anos das Unidades de Educação Básica (U.E.Bs.) Alberto Pinheiro e Creche Maria de Jesus Carvalho, Centro, ficaram entretidos, participando e prestando atenção.

Para a professora, Gilcilene Veloso, Infantil II da Creche Maria de Jesus Carvalho, a iniciativa soma com as atividades do cantinho da leitura que são realizadas em sala de aula.

“O trabalho é de suma importância, pois a leitura abre um leque imaginário para as crianças e a partir daí ela vislumbra novos modelos de personagens de conhecimentos”, destacou a professora.

As crianças aproveitam a história, e ainda se divertem no passeio. Sofia Evelyn Santos da Silva, conta que gosta muito de ler. “A história de Ritinha que não enxerga foi a melhor porque a tia contou que mesmo com alguma deficiência podemos fazer várias coisas e sermos felizes”, contou Sofia, de 6 anos.

Danton Tales Gaioso Coelho, da mesma idade de Sofia, também estava encantado com a atividade. “Na minha casa minha mãe sempre lê história para mim. Aqui também foi muito legal os tios foram bem divertidos”.

Barbara Regina Costa Araujo, mãe de dois estudantes da (U.E.B) Alberto Pinheiro, Micael Arthur Costa Araujo, 6 anos e Lívia Mara Costa Araujo, 4 anos, aprovou a parceria e a disponibilidade da escola de oferecer mais recursos para o aprendizado das crianças.

“O incentivo à leitura começa nessa idade em casa e a escola dando apoio. O programa é muito bom que leva as crianças para um universo de aprendizagem dentro da biblioteca”, disse.

“O rabo do macaco”, de Sonia Junqueira foi uma das histórias lidas pelo ator maranhense Lauande Aires. Ele revelou que a experiência de contar histórias lendo direto do livro para as crianças foi bastante interessante.

“É muito gratificante especialmente com a interação que a criança predispõe no momento, chega cheia de vontade. A leitura é fundamental porque é nessa fase que nós precisamos ocupar esses espaços com literatura, arte e cultura de modo geral, e isso vai alimentar nesses futuros leitores o desejo de consumo da literatura e da arte de forma em geral”, concluiu.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*