Equipamentos sociais da Prefeitura de São Luís recebem segurança feita por PMs da reserva

Policial Militar da reserva guardam equipamentos sociais da Semcas

Os equipamentos sociais da Prefeitura de São Luís começaram a receber nesta segunda-feira (20), a presença ostensiva de policiais militares da reserva.

A vigilância e segurança de pessoal e patrimonial feita por esses profissionais foi possível por meio do convênio da Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas) com o Governo do Estado, via Secretaria Estadual de Segurança Pública.

O convênio se baseia na Lei Estadual n° 6.839 de 1996, que dispõe sobre a designação para a realização de tarefas para esse fim. A secretária da Semcas, Andréia Lauande ressalta a relevância dessa iniciativa.

“A chegada desses policiais nos postos de trabalho é a concretização do empenho das equipes do município e Estado em garantir aos nossos servidores e patrimônio público a devida segurança”, comemora.

A Semcas é a primeira secretaria do município a solicitar os serviços dos policiais militares de reserva. No total são 108 vagas destinadas ao serviço de segurança e uma vaga para coordenador de atividades.

Os policiais, devidamente equipados, cumprirão turnos de 24h, 12h e 8h nos 20 territórios de Centro de Referência de Assistência Social (Cras); cinco áreas de Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas); Centros Pop; Casa de Passagem; Abrigo Luz e Vida; Casa de Acolhida; Abrigo para População em Situação de Rua; Residência Inclusiva; Centro de Convivência da Vila Luizão; Casa do Bairro; Circo Escola; sede da Semcas; além das 10 áreas de Conselhos Tutelares.

O tenente coronel, subdiretor de Pessoal da Polícia Militar, Jaldemir de Andrade Santos, explica que a experiência dos profissionais é fundamental para o desenvolvimento da atividade nessa situação específica.

“Nossa perspectiva é a melhor possível. A experiência desse policial de mais de 30 anos de serviço se alia às necessidades desses locais e ele será facilmente inserido nesse contexto, visto já temos experiência na execução de convênios similares com outras instituições”, afirmou Jaldemir de Andrade.

CONVÊNIO

O policial da reservada aprovado no seletivo recebe uma complementação financeira de 50% do valor dos proventos da inatividade.

Os interessados devem procurar o edital nº 001/2017-DP/4-SS aberto pelo Comando Geral da Polícia Militar do Maranhão.

O referido edital visa selecionar praças da reserva remunerada da Polícia Militar do Maranhão para realização de tarefa por prazo certo, para desenvolverem atividades de segurança patrimonial nas unidades ligadas à Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social de São Luís.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*