Cidade

Senado pode votar projeto que veda contingenciamento de recursos do Fundo Penitenciário

Dois projetos na área de segurança pública estão na pauta do Plenário para a próxima semana. Um deles proíbe o contingenciamento de recursos do Fundo Penitenciário Nacional (Funpen).

O outro confere à Polícia Federal a tarefa de investigar crimes praticados por organizações paramilitares e milícias armadas, caso se comprove o envolvimento de agente de órgão de segurança pública estadual.

O PLS 25/2014 prevê que os créditos orçamentários programados para o Funpen não poderão mais ser contingenciados, independentemente da situação fiscal do governo naquele momento.

Criado em 1994, o Funpen destina recursos para a gestão do sistema carcerário. Além disso, financia atividades como reformas, ampliação de estabelecimentos e aperfeiçoamento do serviço prisonal.

Apesar dos 20 anos de criação, os repasses de recursos que custeiam o fundo ainda enfrentam obstáculos. Daí a necessidade, segundo a senadora Ana Amélia (PP-RS), autora do projeto, de se assegurar que as transferências financeiras sejam executadas.

Pela legislação atual, os estados recebem os recursos do Funpen por meio de convênios com a União. Levantamento divulgado em 2017 pela ong Contas Abertas apontou que o fundo, administrado pelo Ministério da Justiça, contava com R$ 2,4 bilhões em recursos disponíveis.

Em 2015, decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) em ação movida pelo Psol obrigou o Executivo a liberar o saldo acumulado do Funpen e proibiu novos contingenciamentos.

Milícias

O outro texto ligado à área de segurança (PLS 548/2011) é do ex-senador e atual prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB). O projeto confere à Polícia Federal a tarefa de investigar crimes praticados por organizações paramilitares e milícias armadas.

Isso se dará quando for  comprovado o envolvimento de agente pertencente a um órgão de segurança pública estadual.

O relator do texto na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), Randolfe Rodrigues (Rede-AP), lembrou que a proximidade entre investigador e investigado pode comprometer a imparcialidade do trabalho de investigação, daí a necessidade de afastar as autoridades locais.

O texto havia sido aprovado pela CCJ em decisão terminativa em dezembro passado, mas volta ao Plenário após recurso assinado por 13 senadores.

Simplificação

Também podem ser votados três textos elaboradas pela Comissão Mista de Desburocratização e apresentados como sugestão no encerramento dos trabalhos legislativos, em 2017.

A comissão apresentou 16 projetos de lei, que tratam de patentes, registros em cartório, emissão de documentos, alvarás e licenciamentos, além de outros temas que visam facilitar a vida da população.

Os textos na pauta do Plenário tratam da autorização para que sejam ampliados os horários de funcionamento de cartórios e para que tabeliães de notas possam realizar diligências e atos fora da sede (PLS 15/2018) e da determinação de que pendências tributárias ou administrativas de veículo automotor não acarretem sua indisponibilidade civil (PLS 16/2018).

O terceiro texto da desburocratização que poderá ser votado (PLS 17/2018) faz mudanças na Lei dos Cartórios, para obrigar os serviços notariais e de registro a intermediar pedidos dos usuários relativos a atos de outras serventias.

Atualmente, os cartórios só podem realizar atos dentro do município de sua delegação, mas terão a obrigação de intermediar os serviços e entrega de documentos de cartórios de outras regiões.

Da Agência Senado

Prefeitura de São Luís combate poluição visual com retirada de material publicitário irregular

Fiscais da Blitz Urbana em ação durante operação Placa Legal

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação (Semurh), via Blitz Urbana, realizou nesta quarta-feira (21), mais uma ação do programa Placa Legal.

O objetivo é combater a poluição visual na capital com a retirada de material irregular. Foram removidas placas, faixas e outdoors que estavam em desacordo com o decreto N°25.300 de 26 de maio de 2003.

Além da poluição visual, muitos destes materiais ofereciam riscos à população. Ao todo foram retiradas 65 placas e emitidas 10 notificações de advertência.

As apreensões incluem outdoors, placas em postes, cavaletes nas vias, panfletagem irregular, faixas de festas (que chegam a ser retiradas cerca de 400 por mês) e demais engenhos publicitários irregulares.

Antecedendo a operação Placa Legal, a Blitz Urbana realizou mapeamento dos locais irregularmente ocupados e orientou proprietários das empresas de publicidade.

A ação desta quarta-feira começou na área central da cidade e se estendeu para as avenidas dos Africanos, Kennedy e Daniel de La Touche e ainda aos bairros Areinha, Alemanha e Cohama.

“O intuito do programa é melhorar ainda mais a paisagem urbana e manter a qualidade da comunicação publicitária nas áreas públicas”, afirma o secretário municipal de Urbanismo e Habitação, Mádison Leonardo Andrade.

Segundo o secretário, a fiscalização é diária, com foco nas principais avenidas, áreas de grande fluxo de pessoas, terrenos sem muro e próximo de córregos, rios, mangues e pontes, que são áreas proibidas.

As empresas que descumprirem as normas insistindo na colocação das placas em espaço público inadequado terão o item retirado e apreendido. Os responsáveis pelas placas estão sujeitos a multas.

“Garantir o ordenamento urbano para desobstruir as áreas públicas impedindo a poluição visual é o objetivo da ação”, reforça o diretor da Blitz Urbana, Joaquim Azambuja. A operação deve continuar até que todos os materiais de divulgação irregulares sejam retirados.

Billy Graham, pregador de milhões e conselheiro de presidentes dos EUA, morre aos 99 anos

Billy Graham- Foto: Monica Almeida/ The New York Times

Redação Reuters 

Por Bill Trott

O pastor evangélico norte-americano Billy Graham, que aconselhou presidentes e pregou para milhões em todo o mundo, de sua Carolina do Norte natal à comunista Coreia do Norte durante seus 70 anos de púlpito, morreu nesta quarta-feira aos 99 anos de idade, disse um porta-voz.

Graham faleceu à 8h (horário local) em sua casa em Montreat, na Carolina do Norte, de acordo com Jeremy Blume, porta-voz da Associação Evangélica Billy Graham.   

Com suas feições duras e seus olhos azuis penetrantes, Graham era uma figura poderosa quando pregava em seu auge, andando pelo palco e brandindo uma Bíblia enquanto declarava Jesus Cristo como a única solução para os problemas da humanidade.   

De acordo com seu ministério, ele pregou para mais pessoas do que qualquer um na história e alcançou centenas de milhões, fosse pessoalmente, fosse pela televisão ou por transmissões via satélite.

Graham se tornou o capelão de facto da Casa Branca para vários presidentes dos Estados Unidos, principalmente Richard Nixon. Ele também se reuniu com líderes mundiais e foi o primeiro evangélico conhecido a levar sua mensagem para além da Cortina de Ferro.

“Ele provavelmente foi o líder religioso dominante de sua era,” disse William Martin, autor de “A Prophet With Honor: The Billy Graham Story”. “Não mais do que um ou dois papas, talvez uma ou duas outras pessoas, chegaram perto do que ele conquistou”.

Graham já não era um conselheiro próximo dos presidentes em seus últimos anos, mas pouco depois do anúncio de sua morte, o presidente Donald Trump disse no Twitter: “O GRANDE Billy Graham está morto. Não havia ninguém como ele! Sua ausência será sentida pelos cristãos e todas religiões. Um homem muito especial ”.

Em uma das raras viagens que fez em seus últimos anos, Graham comemorou seu 95º aniversário em 7 de novembro de 2013 em um hotel de Asheville, na Carolina do Norte, quando cerca de 800 convidados, incluindo Trump, o magnata empresarial Rupert Murdoch e a apresentadora de TV Kathie Lee Gifford, lhe prestaram homenagem.

A comemoração contou com um vídeo de um sermão que seu filho, Franklin, disse ter sido a última mensagem de Graham à nação. Graham vinha trabalhando há um ano no vídeo, que foi exibido na rede Fox News, e no qual disse que os EUA estão “com muita necessidade de um despertar espiritual”.

No auge, Graham tinha um estilo de fala impactante e veloz que lhe rendeu o apelido de “Metralhadora de Deus”. Através de seus “Cruzados por Cristo”, o pastor semeou a devoção por todos os EUA, que se tornaria um terreno fértil para o crescimento do movimento político conservador da direita religiosa. 

Linhas de ônibus que circulam no Centro terão trajeto alterado e frota ampliada durante o Carnaval

A frota completa estará circulando em horários e trajetos específicos

Com o objetivo de manter a organização do trânsito e a oferta do transporte coletivo urbano durante o Carnaval 2018, a Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), irá realizar alteração na frota, em horários específicos, e nos trajetos dos ônibus que circulam pelo Centro da cidade.

Das 14h do dia 11 de fevereiro até as 14h do dia 14, o transporte coletivo irá operar com o total da frota que circula normalmente aos sábados.

Os trajetos dos ônibus serão alterados por conta do fechamento parcial da Avenida Beira-Mar e do Anel Viário. As linhas que operam pela Ponte do São Francisco, por exemplo, com destino Terminal da Praia Grande e Centro, devem desviar pela Rua das Paparaúbas e seguir pela Ponte Bandeira Tribuzzi em direção à Camboa, Avenida Venceslau Brás, Deodoro, Rua da Paz, Avenida Magalhães de Almeida e Anel Viário, para, então, seguir o itinerário normal.

As Linhas que operam pela Avenida Getúlio Vargas (Monte Castelo) com destino ao Terminal da Praia Grande via Rua Rio Branco, devem passar pela Deodoro, Rua da Paz, Avenida Magalhães de Almeida, Anel Viário e segue itinerário normal.

Já as linhas que operam pela Ponte Ponte Bandeira Tribuzzi, devem desviar Camboa, Avenida Venceslau Brás, Deodoro, Rua da Paz, Avenida Magalhães de Almeida e Anel Viário.

Por conta do desfile de passarela, antes de seguir o itinerário normal, as linhas que operam pela Avenida Beira Mar sentido Bacanga/Areinha/Avenida dos Africanos, devem desviar na Fonte do Bispo, Rua das Cajazeiras, Avenida Guaxenduba e Areinha.

A SMTT informa, ainda, que durante o período de carnaval as equipes de plantão de trânsito e transportes estarão trabalhando 24hs por dia, e as solicitações de apoio podem ser realizadas por meio dos telefones 3214-1123/3214-1149.

ORA SÃO LUÍS E RETIROS CULTURAIS

A fim de atender a demanda de usuários que participarão do Ora São Luís e do Retiros Culturais que acontece na quarta-feira (14), uma frota de 27 ônibus irá garantir o transporte de passageiros.

A frota estará operando até o final do evento. Os coletivos sairão no sentido da Avenida Beira Mar para o Viva, retorno da Reffsa e terminal da Praia Grande e, posteriormente, seguirão até o ponto final de cada linha.

Entre as linhas disponibilizadas estão Vicente Fialho, Divineia/ São Luís Shopping, Cohatrac IV, Janaina Riod, São Raimundo, Cidade Olímpica, Piquizeiro, Vila Sarney, Gapara e Vila Nova/ Sol Nascente.

Prefeitura de São Luís inicia Trabalho Social no Residencial Amendoeira

O município de São Luís já alcançou 11 mil pessoas com o Trabalho Social

Aprimoramento profissional, estímulo ao empreendedorismo e mais oportunidade no campo de trabalho são os principais aspectos do Trabalho Social desenvolvido pela Prefeitura de São Luís com os moradores de empreendimentos residenciais do programa federal ‘Minha Casa, Minha Vida’, na capital.

Nesta sexta-feira (2), foi dado início a mais uma etapa da ação, no Residencial Amendoeira 3 e 4. Serão ofertados mais de 60 cursos profissionalizantes para beneficiar cerca de dois mil moradores do residencial.

O ato de lançamento da ação aconteceu na Associação de Moradores do Amendoeira e segue a política do prefeito Edivaldo de fomento ao emprendedorismo e geração de renda.

Com essa fase do projeto, o município chega ao número de 11 mil pessoas contempladas pela ação.Entre os cursos ofertados pelo projeto estão os de elaboração de doces e salgados, artesanatos, secretariado, cabeleireiro, garçom, agente de portaria, design de sobrancelha, jardinagem, decoração de sandálias, confecções de bijuterias, almofadas, entre outros.

Também são realizadas palestras abordando temas como sustentabilidade ambiental, desenvolvimento socioterritorial, educação patrimonial, igualdade racial e de gênero, além de ações de incentivo à leitura e práticas esportivas para as crianças e adolescentes moradores dos residenciais beneficiados pelo projeto.

O trabalho é coordenado pela Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação (Semurh).

“A ação busca apoiar os novos moradores desses residenciais a terem mais oportunidade de trabalho e renda, por meio das capacitações ministradas; exercerem sua cidadania, estimular o empreendedorismo e terem maior participação comunitária, como orienta o prefeito Edivaldo”, destacou o secretário da Semurh, Leonardo Andrade.

“O Trabalho Social também estimula a organização da população e a gestão comunitária dos espaços comuns, na perspectiva de contribuir com a harmonia entre os moradores, a melhoria da qualidade de vida das famílias beneficiárias e a sustentabilidade dos empreendimentos”, completou o secretário.

Na ocasião, foram entregues os certificados de conclusão dos cursos ministrados aos moradores do Residencial Amendoeira 1 e 2, onde o Trabalho Social já foi concluído, beneficiando a cerca de 1.800 pessoas.

O projeto também já foi executado nos residenciais Santo Antônio I e II, Piancó 7 e 8 e Ribeira de 1 a 9.

Segundo a coordenadora do ‘Minha Casa, Minha Vida’, em São Luís, Gabriela Melo, o programa habitacional na capital não contempla apenas as edificações físicas.

Nesse sentido, após a entrega das unidades, até 12 meses depois, a Prefeitura realiza um conjunto de ações de caráter educativo e informativo junto aos beneficiários, para promover o exercício da participação cidadã.

Ela explica, ainda, que o trabalho visa desenvolver ações de apoio e fortalecimento à participação efetiva das famílias beneficiárias, através de atividades que promovam a inclusão social e produtiva, garantam a geração de renda e a convivência social.

CAPACITAÇÃO

O Trabalho Social desenvolve ações de capacitação profissional e de caráter educativas, voltadas ao aumento da empregabilidade e a geração de renda; além de educação ambiental, sanitária e patrimonial.

As ações são realizadas por meio de cursos, oficinas, palestras nas áreas de sustentabilidade, saúde, alimentação, atendimento, embelezamento, informática, artes, educação, entre outras áreas.

Uma dos beneficiários do Trabalho Social é a auxiliar administrativa Franciele Santos Nunes, 42 anos, que participou do curso de secretariado ministrado para os moradores do Amendoeira I e II.

“Como eu já trabalho na área, aproveitei a oportunidade para me aprimorar um pouco mais com essa capacitação. Foi uma experiência grandiosa na minha vida”, disse ela.

A dona de casa Ildeane Cutrim Rodrigues, 33 anos, concluiu os curso de decoração de sandálias e confecções de biscuit

Também beneficiária da ação, a dona de casa Natália Lisboa, 32 anos, enaltece a realização dos cursos. “Eu me inscrevi em seis capacitações e conclui todas. Tive e a possibilidade de fazer e não perdi a oportunidade. Agora pretendo reproduzir os artesanatos que aprendi a fazer para ter um ganho extra”, relatou.

Quem também não perdeu a oportunidade foi a dona de casa Ildeane Cutrim Rodrigues, 33 anos.

“Fiz o curso de decoração de sandálias e confecções de biscuit, artes que quero praticar a partir agora e tentar ganhar um dinheiro a mais com venda dos meus produtos”, concluiu ela.

Prefeitura orienta população para alterações em paradas de ônibus na Praça Deodoro

Prefeitura modificará paradas de ônibus por causa das obras de requalificação do Complexo Deodoro

A partir de sábado (20), um novo posicionamento das paradas de ônibus passará a funcionar nas proximidades da Praça Deodoro, no Centro da cidade.

A mudança será realizada por conta da obra de requalificação do Complexo Deodoro e Rua Grande, que provocará a interdição temporária de trechos por onde atualmente circulam os coletivos.

Para melhor orientar os passageiros, a Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), implantará placas indicativas nos novos pontos de ônibus e fará atividade de orientação na área.

O secretário municipal de Trânsito e Transportes, Canindé Barros, destaca que a intenção da Prefeitura é fazer com que as informações sobre as alterações alcancem os usuários do transporte coletivo de São Luís.

“A mudança começa a vigorar a partir de sábado (20). A proposta é lançar também a informação no aplicativo Meu Ônibus e desenvolver outras ações que orientem os passageiros. Os usuários precisam saber onde devem pegar o seu ônibus e essas são iniciativas que visam facilitar esse entendimento”, afirma o secretário.

Com a mudança, não haverá redução na quantidade de pontos de ônibus, mas todas as paradas auxiliares das avenidas Silva Maia (via à direita da biblioteca por onde passam ônibus como Cohatrac/São Francisco, Sacavém/Cerâmica e Janaína/Riod) e Gomes de Castro (via à esquerda da Biblioteca Pública Benedito Leite, por onde passam linhas como Uema/Ipase, Cidade Olímpica/Ipase, Coroadinho/Bom Jesus, São Francisco e Ponta d’Areia) serão deslocadas.

Durante a execução das obras, onde havia duas paradas na Avenida Silva Maia, localizadas nas proximidades do Laboratório Cedro, passará a ter cinco novos pontos, distribuídos até as proximidades do Colégio Liceu Maranhense e do Ginásio Costa Rodrigues.

O objetivo das paradas localizadas nas proximidades do Liceu Maranhense é, além de beneficiar os passageiros, favorecer os trabalhadores dos camelôs que, por conta das obras, serão instalados no local.

Já uma das paradas da Gomes de Castro, passará a funcionar onde estão os pontos de ônibus como Vila Embratel e Gapara, que não sofrerão alterações.

As duas demais paradas que estavam localizadas na lateral da Biblioteca Pública Benedito Leite e do Serviço Social do Comércio (Sesc) serão deslocadas para o lado das paradas localizadas em frente ao Banco do Brasil.

A parada localizada na via que dá acesso à Rua Rio Branco não sofrerá alteração, mas a mudança dos demais pontos de ônibus possibilitará a redução de fluxo de veículos na área, que também será contemplada com a obra.

Os pontos de ônibus funcionarão como paradas seletivas, caracterizadas por uma sequencia de paradas por onde passam as linhas.

REQUALIFICAÇÃO

A obra de requalificação da Praça Deodoro e da Praça do Pantheon está sendo realizada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em parceria com a Prefeitura de São Luís.

O projeto vai contemplar a requalificação urbana de todo o complexo Deodoro, que engloba também a Praça do Pantheon, além das alamedas Silva Maia e Gomes de Castro, e a Rua Grande, no trecho entre o Largo do Carmo e Parque Urbano Santos.

O novo posicionamento das paradas de ônibus na região funcionará durante toda obra.

Prefeitura retira construção irregular e promove limpeza do canal do Rio das Bicas

Limpeza do canal é feita pela Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp)

A Prefeitura de São Luís reforçou esta semana a limpeza e desobstrução em pontos considerados críticos do canal que cobre parte da extensão da bacia do Rio das Bicas. Os serviços estão sendo executados pela Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp) e visam evitar ocorrências de inundações de terrenos e moradias do Coroado e do Polo Coroadinho, este último, um dos mais populosos da capital.

Na terça-feira (16), a Semosp acionou a Blitz Urbana, órgão ligado à Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania (Semusc) para proceder com a demolição de construção irregular localizada na Avenida Queiroga, nas proximidades da Avenida dos Africanos.

Com a desobstrução do acesso ao canal, os trabalhos de limpeza tiveram continuidade. A ação contou com o apoio da Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (SMTT), que disciplinou o tráfego no local.

Visando à prevenção de possíveis inundações ocasionadas durante o período chuvoso, na região do Coroadinho, a Prefeitura de São Luís realizou, em outubro do ano passado, fiscalização para identificar construções irregulares no entorno do canal do Rio das Bicas.

Segundo o secretário da Semosp, Antonio Araújo, a fiscalização foi a primeira fase de um conjunto de medidas preventivas para evitar que as ocupações irregulares provoquem a retenção de água e entupimentos, gerando danos ao rio e alagamentos na área.

Araújo informou ainda que a Prefeitura realiza, de forma contínua, serviços de limpeza, desobstrução e manutenção do canal, para manter a área livre de alagamentos.

“As ocupações irregulares e indevidas ao longo canal acabam prejudicando o manejo hidráulico da bacia, colocando em risco de alagamento o polo Coroadinho e o Coroado. A Semosp está intensificando a limpeza do canal para melhorar a vazão do rio no período das chuvas”, explica o titular da Semosp, ressaltando que o canal tem extensão de pouco mais de dois quilômetros e é uma obra importante para a região.

LIMPEZA

Nesta etapa, as máquinas retroescavadeiras vão operar entre o Portal do Coroadinho e a entrada do Parque Pindorama. O acúmulo de resíduos e de outros materiais despejados irregularmente no canal, principalmente por estabelecimentos comerciais e de natureza diversas localizados em sua extensão, têm prejudicado a vazão natural do rio das Bicas em diversos pontos.

Com isso, o retorno das inundações registradas no passado é uma ameaça aos moradores neste período do ano, quando as precipitações pluviais avolumam o curso do rio.

A obra de urbanização do Rio das Bicas realizada com recursos do Banco Mundial foi concluída pela Prefeitura de São Luís na gestão do prefeito Edivaldo após o ajuste dos projetos originais. O benefício das obras repercutiu positivamente para mais de 50 mil habitantes do polo Coroadinho.

A Prefeitura de São Luís tem investido na melhoria da qualidade de vida da população do Polo Coroadinho de forma acentuada desde 2013. Com mais de 40 anos de existência, a área recebeu, na gestão do prefeito Edivaldo, o maior programa de urbanização realizado na cidade nos últimos anos.

Prefeitura de São Luís inicia preparação do circuito do Carnaval de Todos 2018

A Prefeitura já iniciou os serviços de preparação para a festa Momesca

A capital maranhense entra no clima do Carnaval e a Prefeitura de São Luís e o Governo do Estado estão juntos na organização desta grande festa que é o Carnaval de Todos 2018.

Os circuitos da folia já estão recebendo uma atenção especial da Prefeitura que está trabalhando para deixar os locais com toda infraestrutura necessária para brincantes e brincadeiras.

O trabalho envolve além da Secretaria Municipal de Cultura (Secult) a de Obras e Serviços Público (Semosp), Comitê de Limpeza, Urbanismo e Habitação (Semurh), por meio da Blitz Urbana; Trânsito e Transporte (SMTT) e Segurança com Cidadania (Semusc).

O espaço onde será montado a Passarela do Samba, no Anel Viário, está recebendo melhoria da iluminação, pavimentação e limpeza. As equipes finalizam a iluminação, limpeza e melhoramento asfáltico no local que receberá as agremiações e o público.

Durante esta semana, as equipes trabalharam na limpeza e capina da área. Foram instalados e ligados os refletores e torres para iluminação do espaço onde será montada a passarela, pelas equipes da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp).

São realizados ainda serviços de adequação do local com pintura do piso, recuperação de rede elétrica e manutenção do solo com melhoria asfáltica. Após a conclusão destes procedimentos, começará a montagem da estrutura física da passarela.

O Comitê de Limpeza Urbana realiza varrição antes e depois dos eventos que ocorrem na passarela e também nos circuitos de rua da Madre Deus e Rua do Egito.

Segundo o secretário municipal de Cultura (Secult), Marlon Botão, a estrutura deste ano terá as mesmas configurações e dimensões dos anos anteriores. Marlon Botão destaca a expectativa para este período festivo e a importância para a economia e o turismo local. 

“Seguindo orientação do prefeito Edivaldo está sendo garantido além da infraestrutura necessária para a festa o pagamento do subsidio às agremiações que se credenciaram para participar dos desfiles e a logística dos serviços públicos, tanto na Passarela quantos nos demais ponto de folia, como tem acontecido todos os anos” destacou o secretário. “Apesar da crise econômica a Prefeitura assegura toda a estrutura para a realização da festa, bem com o subsidio às agremiações”, enfatizou o secretário.

ESTRUTURA

Principal ponto de concentração de foliões, a Passarela do Samba com a vasta programação de desfiles anima o Carnaval. Além das atrações carnavalescas, a passarela vai contar com serviços diversos na área de segurança, saúde, limpeza, meio ambiente, vigilância sanitária, turismo, trânsito e transportes.

A infraestrutura para o evento contará com banheiros químicos, central de atendimento de urgência/saúde, iluminação, som, decoração, barracas de bebidas e comidas em seu entorno, bares, espaços reservados para a imprensa e para a concentração das agremiações, arquibancadas e camarotes.

A Secretaria Municipal de Saúde (Semus) terá plantão durante todo o evento para atendimento ao público.

Com capacidade para nove mil pessoas, a estrutura conta com camarotes; cabines de jurados; cadeiras de pista com acessibilidade para pessoas com deficiência; e arquibancadas com capacidade de aproximadamente seis mil lugares.

“Nossa expectativa é atrair milhares de pessoas para o Anel Viário, movimentando a economia da cultura local e o nosso setor turístico”, reforça Marlon Botão.

CORTE MOMESCA E JURADOS

No site da Prefeitura – http://www.saoluis.ma.gov.br/ estão abertas as inscrições para o concurso que vai escolher a Corte Momesca – Rei Momo, Rainha e Princesas do Carnaval e o edital para jurados no concurso da Passarela do Samba, com inscrições abertas até o dia 26 de janeiro. O concurso para Corte Momesca fica com inscrição aberta até o dia 19.

O concurso para a Corte Momesca é dividido em quatro etapas: inscrição; pré-seletiva de candidatos (caso haja mais de 10 inscritos por categoria); seletiva de candidatos (avaliação artística); e exercício do reinado da corte, que vai de 2 a 13 de fevereiro.

Esta última etapa inicia com a coroação da Corte Momesca e termina com a premiação dos blocos tradicionais, organizados e escolas de samba campeãs do Carnaval 2018.

Além das faixas, coroas, fantasias, cetro e tiaras, a Corte Momesca 2018 receberá a seguinte premiação: ao Rei Momo e Rainha do Carnaval serão pagos a quantia de R$ 5 mil e às duas Princesas escolhidas, a premiação é de R$ 3.500,00.

Falta copo e sobra macaxeira

Secretário Neto Evangelista

Clientes do Restaurante Popular do bairro Anjo da Guarda reclamam da falta de copos descartáveis para tomar água.

Eles reclamam também, do excesso de macaxeira adicionada ao frango.

A quantidade de calabresa adicionada à carne bovina, também é motivo de reclamação por parte dos clientes.

O Secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Neto Evangelista, segundo os clientes, há meses não aparece por lá para fiscalizar.

Prefeitura paga salário de dezembro no sábado (30) e reforça compromisso com os servidores

A gestão do prefeito Edivaldo tem sido de equilíbrio e planejamento. Mesmo com a crise econômica nacional e a queda no repasse de recursos federais, a Prefeitura de São Luís se mantém em dia com o população e a cidade.

Para fechar 2017 com mais uma notícia positiva, a Prefeitura anunciou que no próximo sábado (30) o salário do mês de dezembro já estará na conta dos servidores municipais.

“Mesmo com as dificuldades, conseguimos honrar nossos compromissos e muitas vezes anteceder o pagamento da folha. Em 2018, o servidor continuará sendo prioridade em nossa gestão”, disse o prefeito Edivaldo.

Durante todo o ano, a atual gestão se organizou, planejou e fixou prioridades para o fechamento em dia das contas públicas e o investimento em saúde, educação, infraestrutura, limpeza urbana, entre outros.

Em 2017, foram entregues escolas e postos de saúde reformados, ecopontos e diversas ações foram realizadas na assistência, agricultura, turismo, esporte, trânsito e transporte.

O secretário municipal da Fazenda, Delcio Rodrigues, destacou que a Prefeitura de São Luís traçou metas e prioridades para 2017 que vêm sendo cumpridas pela gestão.

“Estamos vivenciando a crise econômica, mas com organização e planejamento, conseguimos fechar 2017 de forma positiva”, disse o secretário.

Para a economia nacional, este ano foi marcado pela crise econômica, corte no repasse de recursos federais e o atraso e parcelamento do salário dos servidores públicos.

Mas, em contradição a outras capitais brasileiras, a Prefeitura de São Luís tem efetuado o pagamento dos servidores em dia, chegando até, a antecipar as datas já previstas calendário de pagamentos dos servidores para o exercício 2017.

Apesar da crise, o pagamento do 13° salário dos servidores foi realizado em dia. A primeira parcela foi paga a todos os servidores municipais em 21 de julho e a 2° parcela, na última quarta-feira (20).

Os servidores municipais têm acesso às informações de seus vencimentos nos terminais de autoatendimento do Banco do Brasil, por meio do contracheque eletrônico.

A informação também pode ser acessada através do site da Prefeitura de São Luís (www.saoluis.ma.gov.br), no Portal do Servidor, menu do lado esquerdo, informando o número da matrícula e senha.