Cultura

Ora São Luís e Retiros Culturais vão reunir grande público nesta quarta-feira na Maria Aragão

O encontro tem início a partir das 15h e reunirá grande público cristão

Nesta quarta-feira (14), a partir das 15h, acontece na Praça Maria Aragão o Ora São Luís e o Retiros Culturais. Voltado para o público cristão, a programação do encontro conta com a participação de artistas locais, nacionais e internacionais.

O evento é promovido pela Prefeitura de São Luís e Governo do Estado e reunirá cristãos de todo o estado para uma grande noite de louvor na capital.

O encontro reunirá jovens que participaram da Semana Maranhense de Retiros Culturais. Para o Ora São Luís e o Retiros Culturais, que também marcam o encerramento das atividades dos retiros, são esperadas milhares de pessoas.

Na programação estão as bandas Christafari e Som e Louvor; e os cantores Maurício Paes e Cassiane.

Entre outras canções esperadas pelo público estão ‘Com muito louvor’ e ‘Amigo Espírito Santo’, da cantora Cassiane; ‘Família debaixo da graça’, ‘Louvor e Honra’ e ‘Tua graça me basta’, do cantor Maurício Paes; e ‘Deus estava lá’, ‘De janeiro a janeiro’ e ‘Adora’, da banda Som e Louvor.

Como convidada internacional, a banda Christafari, banda de reggae cristão originária dos Estados Unidos que participa pela segunda vez em São Luís. Por meio de músicas como ‘Hosanna’, ‘Oceans’, ‘Here i am to workship’ e ‘Christafari’, o grupo traz para São Luís mensagens de fé, amor e esperança.

A programação do Ora São Luís e do Retiros Culturais contará, ainda, com a participação de Forró de Crente, Fogo e Glória, Carlos Alfredo, Normando França, Jhonny, Lídia Carollini, Joel Mistokles e Francivaldo Borges.

Todas as atrações prometem momentos de animação, louvor e adoração.

Prefeitura e Governo do Estado realizam ‘Ora São Luís’ e Retiros Culturais na quarta-feira

Ano passado evento reuniu grande público na Maria Aragão

Um grande encontro de fé e adoração. Essa é a proposta do ‘Ora São Luís’ e Encontros Culturais que acontecem na quarta-feira (14). O evento, promovido pela Prefeitura de São Luís e Governo do Estado, começa às 15h, na Praça Maria Aragão.

Essa é a terceira edição do evento, que reúne grandes nomes da música cristã. Em 2018, a programação do encontro conta com a participação de convidados internacionais.

O evento, voltado para o público cristão, tem se consolidado como um dos grandes momentos de fé, oração e louvor da capital, realizado sempre após o Carnaval.

Além de convidados locais, o ‘Ora São Luís’ traz, em 2018, convidados internacionais e nacionais. A banda Christafari participa pela primeira vez do evento.

Originária dos Estados Unidos, a banda de reggae cristão é conhecida por louvores como ‘Hosanna’, ‘Oceans’, ‘Here i am to workship’, ‘Christafari’, entre outros. Por meio das músicas, o grupo traz para São Luís mensagens de fé, amor e esperança.

O ‘Ora São Luís’ conta, ainda, com as presenças dos cantores Maurício Paes e Cassiane e da banda Som e Louvor. Entre outras canções esperadas estão ‘Com muito louvor’ e ‘Amigo Espírito Santo’, da cantora Cassiane; ‘Família debaixo da graça’, ‘Louvor e Honra’ e ‘Tua graça me basta’, do cantor Maurício Paes; e ‘Deus estava lá’, ‘De janeiro a janeiro’ e ‘Adora’, da banda Som e Louvor.

O evento contará, ainda, com a participação de Forró de Crente, Fogo e Glória, Carlos Alfredo, Normando França, Jhonny, Lídia Carollini, Joel Mistokles e Francivaldo Borges. As atrações prometem momentos de animação, louvor e adoração.

RETIROS CULTURAIS

O evento na Praça Maria Aragão também será marcado pela presença de jovens que participaram da Semana Maranhense de Retiros Culturais.

O grande encontro de fé que acontecerá no local vai marcar o encerramento das atividades dos retiros e deve reunir milhares de pessoas.

Prefeitura divulga prazo de credenciamento da imprensa para Passarela do Samba

O sambódromo está sendo preparado para os desfiles das escolas de samba, blocos e outras agremiações

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Comunicação (Secom), está realizando o credenciamento da imprensa para cobertura do Carnaval de Todos 2018, promovido em parceria entre a Prefeitura e o Governo do Estado, no circuito Passarela do Samba.

As solicitações de credencial para cobertura da programação serão recebidas até o dia 5 de fevereiro.

Os interessados devem enviar e-mail para o endereço imprensaprefeituraslz@gmail.com com nome da emissora/veículo, tipo de veículo (site, jornal, TV, rádio) data(s) da cobertura, quantitativo de profissionais a serem cadastrados e suas respectivas funções por dia de evento.

A programação na passarela, coordenada pela Secretaria Municipal de Cultura (Secult), acontece de 9 a 13 de fevereiro, das 17h às 3h.

Jornais, revistas, rádios, agências de notícias e sites terão direito a, no máximo, duas credenciais. As TVs poderão credenciar até três profissionais.

Os credenciamentos para profissionais de imprensa free-lancers serão analisados individualmente. Apenas serão credenciados como imprensa os profissionais que atuam como repórteres, fotógrafos, produtores, cinegrafistas, redatores, editores, assistentes de produção/câmera e assessores de imprensa.

Estão excluídos, portanto, o departamento comercial dos veículos de comunicação, bem como outros profissionais que não se enquadrem nas categorias citadas, a exemplo de motoristas e outros.

A credencial dará acesso à pista onde acontecem os desfiles e ao palco principal de shows, não sendo permitida a entrada nos camarotes, frisas e QG institucional.

A entrega das credenciais será no dia 9 de fevereiro, na sede da Secretaria Municipal de Cultura (Secult), localizada na Rua do Mocambo nº 253 – Centro, a partir das 9h.

PROGRAMAÇÃO

A Passarela do Samba tem programação de 9 a 13 de fevereiro, das 17h às 3h, iniciando todos os dias com apresentação de tambores de crioula no seu entorno.

Na sexta-feira (9), além da abertura oficial com a entrega da Chave da Cidade para a Corte Momesca, os foliões poderão conferir o desfile dos Blocos Tradicionais do Grupo B.

Sábado, dia 10, será o desfile dos Blocos Tradicionais do Grupo A. O concurso continua no domingo (11) e segunda (12) com desfile de blocos organizados, turmas de samba e escolas de samba.

Na terça-feira (13) será a vez das tribos de índio, alegorias de rua e blocos afros.

O encerramento conta com um grande baile popular animado por bandas carnavalescas. Na quarta-feira de Cinzas, além da apuração do Concurso da Passarela, será realizada o Ora São Luís, a partir das 18h, na Maria Aragão, com programação gospel nacional e local.

Prefeitura de São Luís realiza nesta quarta-feira Sarau especial de Natal na Benedito Leite

A Praça Benedito Leite ficará mais aconchegante com o espírito de Natal do Sarau Natalino desta quarta-feira (20). O evento está marcado para às 19h.

Poesias encantadoras criadas pela companhia Tramando Teatro, músicas temáticas sobre o período com os grupos Em Cantos e Coral São João e os cantores Piu Piu e Fernando de Carvalho vão tornar a noite ainda mais agradável para as famílias ludovicenses e todos que visitam a Ilha do Amor.

Uma atração a mais será a presença do Papai Noel para animar todas as crianças e um lindo presépio de Natal que será montado no local. O evento é uma realização da Prefeitura de São Luís por meio da Secretaria Municipal de Turismo e integra o programa Reviva.

O evento conta com uma estrutura especialmente pensada para deixar o público mais próximo das atrações. O roteiro, escrito por uma companhia especializada em grandes eventos, também é exclusivo do Sarau Natalino.

Os principais atrativos do natal certamente vão fazer parte da noite e quem estiver presente vai sair sabendo mais da história do nascimento de Jesus Cristo, contada de forma lúdica e criativa.

Em busca da perpetuação de uma das festas mais populares de São Luís, o Natal, a secretária de Turismo Socorro Araújo ressalta que essa é mais uma oportunidade para mostrar os atrativos da cidade.

“Comemorar o Natal e o nascimento de Cristo no nosso Centro Histórico é levar o encanto do nosso patrimônio para um grande público. Quem passa pelo local não fica por fora da nossa festividade”, explicou a titular da Setur.

REVIVA

O Sarau Histórico faz parte do Reviva, programa da Prefeitura que busca incentivar a ocupação de lugares do Centro. Em vigência desde julho de 2017, o programa inclui também o Roteiro Reggae e o Passeio Serenata, ambos partindo da Praça Benedito Leite. Devido ao sucesso das edições anteriores, o Reviva terá sua última edição em clima de festa nesta quarta-feira (20), mas voltará com novos roteiros e atrações diversificadas em 2018.

Prefeitura de São Luís divulga o reggae em passeio musical pelas ruas do Centro Histórico

O Roteiro Reggae já faz parte do calendário da nação reggaeira de São Luís, e a edição dessa quarta-feira (8) só confirma isso. O evento integra o programa ‘Reviva’, da Prefeitura de São Luís, realizado por meio da Secretaria Municipal de Turismo (Setur) e mostra que, na Jamaica Brasileira, o reggae está cada vez mais propagado.

Às 19h já era possível observar o público dançando no ritmo das ‘pedras’, na Praça Benedito Leite, no Centro, local de partida do cortejo. Em diversas paradas, todos puderam aprender com os grupos de dança que animaram o público como dançar agarradinhos, o jeito clássico de dançar reggae em São Luís.

“E é justamente por essa descontração, esse jeito de mostrar nossa cultura para todos, que os eventos da Setur conquistam quem participa”, destacou a secretária municipal de Turismo, Socorro Araújo.

O trajeto seguiu, ao som do ritmo jamaicano, pelas ruas da Palma, do Giz, Beco da Pacotilha, Praça da Faustina, Rua da Estrela, Portugal, Beco Catarina Mina, Rua da Alfândega, finalizando na Praça Nauro Machado.

Durante o trajeto, além das informações, o público curtiu um repertório especialmente produzido para deixar todos encantados com o reggae.

“Nem sempre a gente tem muito contato com o ritmo, e eventos como esse servem para lembrar que nós temos uma cultura muito bonita, que deve ser sempre enaltecida”, disse Bia Guterres, estudante, que acompanhou o trajeto desde a Praça Benedito Leite.

REVIVA

O Roteiro Reggae ocorre de forma programada desde julho deste ano. Ele faz parte do Reviva, que é um programa criado pela Prefeitura de São Luís e realizado por meio da Secretaria Municipal de Turismo (Setur), com o objetivo de dar vida ao Centro Histórico.

O Reviva contempla ainda o Sarau Histórico e o Passeio Serenata.

Conferência debaterá ações para fortalecimento das políticas de igualdade racial no Maranhão

Discutir e propor políticas públicas voltadas para população negra, para o enfrentamento ao racismo e para o combate à discriminação por crença e etnia e, ainda, elaborar diretrizes para a construção e fortalecimento da política de igualdade racial no Estado do Maranhão.

Este é o objetivo da IV Conferência Estadual de Promoção da Igualdade Racial, que acontece de terça (17) a quinta-feira (19) em São Luís, na Orienta Consultoria, situada na Rua das Laranjeiras, nº 03, Quadra 57, Jardim Renascença.

O evento tem como tema central ‘O Brasil na década dos afrodescendentes’ e é realizado pelo Conselho Estadual de Promoção de Igualdade Étnico-Racial (Ceirma), com o apoio das Secretarias de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop) e da Igualdade Racial (Seir), ocorrendo em conformidade com o Decreto nº 33.391/2017 do Executivo Estadual.

Serão debatidas questões como o reconhecimento dos afrodescendentes, garantia à justiça, ao desenvolvimento e à proteção contra o racismo, abordando ainda questões como saúde, educação, moradia, igualdade de oportunidades, prevenção e punição de todas as violações de direitos humanos que afetem a população afrodescendente, sistema prisional, combate à pobreza e proteção e valorização da diversidade religiosa.

Gerson Pinheiro, secretário de Estado da Igualdade Racial e presidente do Ceirma, enfatiza a importância da participação social na Conferência.  “A Conferência é um momento impar de participação de todas as organizações do movimento negro para avaliar a política de igualdade racial do governo e para propor novas ações. É o momento de ouvir as demandas da sociedade e a partir delas fazer o planejamento para os próximos anos”, explica.

A Conferência Estadual ocorre depois da realização de seis conferências regionais realizadas em Chapadinha, Imperatriz, Pedreiras, Pinheiro, Codó e São Luís, abrangendo todos os 217 municípios, reunindo ao todo mais de 1300 representantes de comunidades de matriz africana, quilombolas, ciganos e indígenas, além de lideranças políticas e dos governos municipais.

Participam da Conferência os conselheiros estaduais de igualdade, 350 delegados eleitos nas conferências regionais, convidados representando instituições de governo e de entidades civis e ouvintes.

O professor Richard Christian Pinto, membro do Conselho Estadual de Igualdade Racial, Ceirma, reforça o papel de controle social da conferência.

“É na Conferência que a sociedade civil faz o monitoramento e proposição de políticas para serem institucionalizadas pelo poder público e também avalia se as ações implementadas estão atendendo as demandas da população”, informa.

“É uma conquista popular assegurada pela Constituição Federal fruto de uma imensa luta da sociedade civil organizada”, completa o conselheiro.

Após o credenciamento, marcado para a tarde de terça-feira (17), a IV Conferência de Igualdade Racial do Maranhão inicia as atividades com a Mesa de Abertura e a Conferência Magna ‘O Brasil na Década dos Afros descendentes: Reconhecimento, Justiça Desenvolvimento e igualdade de direitos’, ministrada pela professora doutora Silvane Magali Vele Nascimento, assistente social e professora do Departamento de Serviço Social da UFMA, mestra em Psicologia Social (UERJ) e doutora em Políticas Públicas (UFMA).

Programação

Na quarta-feira (18), a IV COEPIR segue na parte da manhã com os trabalhos de grupos temáticos e a palestra: ADIN e o impacto para as comunidades quilombolas; à tarde, haverá discussão e aprovação de propostas nos grupos.

Na manhã da quinta-feira (19) ocorre a plenária final com a apresentação e aprovação das propostas e eleição de delegados/as para a IV Conferencia Nacional de Promoção da Igualdade Racial que ocorrerá em Brasília dias 27 e 30 de maio de 2018.

A programação completa pode ser consultada em www.igualdaderacial.ma.gov.br

Dados sobre a população negra maranhense

O Estado do Maranhão possui a terceira maior população de negros do Brasil, com 76,2% da população autodeclarada preta ou parda, o que corresponde a 5.010.129 habitantes; nesse aspecto, o Estado fica atrás apenas do Pará (76,8%) e da Bahia (76,3%).

Desse percentual, uma parcela significativa encontra-se na zona rural (38,5%), com a população distribuída nas comunidades remanescentes de quilombos, cuja titulação e reconhecimento oficial como detentores de direitos culturais históricos são garantidos nos artigos 215 e 216 da Constituição Federal e no artigo 68 dos Atos das Disposições Constitucionais Transitórias.

Das comunidades quilombolas, 553 são oficialmente reconhecidas pela Fundação Cultural Palmares.

Agenda Cultural

A Galeria Trapiche Santo Ângelo é palco do encerramento dos espetáculos do Núcleo Atmosfera, com o tema “Espelhos: uma instalação em movimento”, no dia 28/09 (quinta-feira), às 19h.

Na ocasião, haverá uma intervenção com as personagens Frida, Safira e Ofélia, que são extraídas de diferentes obras que mesclaram em suas composições elementos teatrais, dança e performance.

Os ingressos são R$ 20,00 e meia-entrada R$ 10,00.

IV Festival Internacional de Folclore e Turismo tem parceria da Prefeitura de São Luís

A Prefeitura de São Luís é parceira do IV Festival Internacional de Folclore e Turismo, tem programação até sábado (30). O evento é promovido pela Unesco, tem parceria de secretarias estaduais e o apoio de empresas locais.

A programação conta com apresentações artísticas de Cuba, Polônia, Estados Unidos, Paraguai e Colômbia e as delegações nacionais dos estados do Pará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Ceará, Rio de Janeiro e Maranhão.

Exposição “Acervos” está em cartaz na Galeria Trapiche

Pinturas e esculturas do conjunto de bens que ocupam os prédios e órgãos públicos do município. Essa é a Exposição “Acervos”, que fica em cartaz até 4 de outubro na Galeria Trapiche Santo Ângelo.

Composta por 22 obras dos artistas maranhenses João Carlos Pimentel, Ana Rodrigues, Francisco Moreno, Edson Mondego, Antônio dos Anjos, Marlene Barros, Miguel Veiga, Franssoufer, Telma Lopes, Thiago Martins e Tom Bezerra, a exposição traz a temática sobre a cidade e engloba o acervo oficial adquirido ao longo de 30 anos, aliando arte e história.

As visitas podem ser realizadas de segunda a sexta, das 14h às 19h, na Galeria, localizada na Avenida Vitorino Freire, em frente ao Terminal de Integração da Praia Grande.

Espaço Amei

A programação do Espaço Cultural e Livraria Maranhense Amei desta quinta-feira (28) conta com o ‘Seminário Estadual, Cultura, Educação e Turismo – Desafios para o Século XXI’; lançamento do livro ‘Agora eu conto’, de Arquimedes Viegas Vale.

No sábado (30), vai ter o Seminário Estadual, Cultura, Educação e Turismo – Desafios para o Século XXI; o 20º Sarau de Athenas com a palestra ‘Projeto PensAtivamente: Educando em Verso e Prosa’ e apresentação da professora e jornalista Sandra Almeida e depois música e poesia, na coordenação do Dr. João Bentivi.

Para fechar o dia acontece a apresentação musical ‘Hino à Ilha do Amor’ com Teresinha de Jesus Rocha Braga e Clayber Rocha Braga.

O lançamento do livro ‘Receitas da Vovó Lourdes’, de Maria de Lourdes Mota Serra,será terça-feira (3).

 

A PÁTRIA

Ama, com fé e orgulho, a terra em que nasceste!

Criança! não verás nenhum país como este!

Olha que céu! que mar! que rios! que floresta!

A Natureza, aqui, perpetuamente em festa,

É um seio de mãe a transbordar carinhos.

Vê que vida há no chão! vê que vida há nos ninhos,

Que se balançam no ar, entre os ramos inquietos!

Vê que luz, que calor, que multidão de insetos!

Vê que grande extensão de matas, onde impera

Fecunda e luminosa, a eterna primavera!

Boa terra! jamais negou a quem trabalha

O pão que mata a fome, o teto que agasalha…

Quem com seu suor a fecunda e umedece,

Vê pago o sue esforço, e é feliz, e enriquece!

Criança! não verás país nenhum como este:

Imita na grandeza a terra em que nasceste!

Olavo Bilac

Galeria Trapiche estreia exposição “Inquietude Suspensa” com obras feitas em monotipia

 

Nesta quinta-feira (3), estreia a exposição “Inquietude Suspensa”, da artista plástica Mozileide Neri (RJ) na Galeria Trapiche Santo Ângelo, equipamento cultural da Prefeitura de São Luís.

O projeto tem o intuito de evidenciar o resgate da memória e sensibilidade criativa nos processos manuais de estamparia de tecidos. A exposição apresenta uma série de 15 obras e tem classificação indicativa livre.

As visitações podem ser feitas de segunda a sexta, das 14h às 19h, na Galeria, que fica localizada na Avenida Vitorino Freire, S/N – Praia Grande, em frente ao Terminal de Integração.

Conselho apresenta balanço dos projetos apoiados com o Fundo da Criança e do Adolescente

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas), participou nesta sexta-feira (23), no Centro de Criatividade Odylo Costa, filho, da apresentação dos resultados dos projetos apoiados para o biênio 2015/2017, pelo Fundo Municipal da Criança e do Adolescente de São Luís (FMDCA).

O evento foi realizado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), gestor dos recursos do Fundo. Foram investidos cerca de 4 milhões, com execução de aproximadamente 26 instituições da sociedade civil e três do poder público que beneficiaram mais de oito mil crianças, adolescentes e suas respectivas famílias.

De acordo com a titular da Semcas, Andreia Lauande, a tarde de apresentações fecha um ciclo de projetos e atividades que ajudam a transformar a realidade de crianças e adolescentes na capital. “O momento é de comemoração, pois é muito gratificante ver os resultados dos projetos apoiados pelo fundo, através das atividades realizadas ao longo de 2016 pelas instituições. Um dos compromissos da gestão do prefeito Edivaldo é justamente promover a proteção de crianças e adolescentes, por meio do fortalecimento das políticas públicas e o apoio aos projetos que promovam atividades socioassistenciais que contribuam para o desenvolvimento da cidadania de meninos e meninas em São Luís “, disse, Andreia Lauande.

APRESENTAÇÕES

Durante a solenidade, as crianças e adolescentes realizaram apresentações culturais desenvolvidas pelas instituições que incluíam dança, consciência ambiental, teatro, música, capoeira, vídeos e exposição de produtos confeccionados ao longo da execução dos projetos.

“Hoje é um dia de apresentação de resultados do que de fato os projetos significaram na vida dessas crianças, além de uma prestação de contas para toda sociedade de como e onde foram investidos os recursos do FMDCA. As ações apresentadas aqui são de atividades que aconteceram ao longo do biênio 2015/2017”, destacou a presidente do CMDCA, Janicelma Fernandes.

Os projetos sociais desenvolvidos pelas instituições da sociedade civil e órgãos públicos, contemplaram as seguintes linhas de atendimento: Ações de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes; Ações Socioeducativas através do Esporte; Cultura, Lazer e Incentivo à Leitura; Dança; Música; Oficinas de Informática, Acolhimento Institucional, Práticas Restaurativas e Medidas Socioeducativas, Capacitação de Técnicos e Conselheiros Tutelares e Fortalecimento do CMDCA.

Entre os projetos de órgãos públicos executados no biênio 2015/2017, apoiados com os recursos do Fundo, estão o Família Acolhedora; o Projeto Acolher para Qualificar; o atendimento institucional e familiar da Semcas; e o projeto Movimento e Resgate, da Secretaria Municipal de Desporto e Lazer (Semdel).

Para a adolescente Naellem Moraes, atendida pelo Acolher para Qualificar, a participação no projeto foi fundamental para sua família. “Eu e minha mãe não somos daqui e ter esse apoio foi de extrema importância, porque é algo relacionado a nossa moradia. Agradeço muito por ter esse acolhimento quando mais precisamos”, disse a adolescente.

FUNDO

Em São Luís, os recursos do Fundo são provenientes de três fontes principais: o repasse dos 10% do Imposto dos Servidores Municipais, multas e penalidades decorrentes de ações civis e da aplicação de penalidades pecuniária (conforme previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente) e as doações de pessoas jurídicas e físicas em dinheiro e em bens, passíveis de dedução de Imposto de Renda Devido.