Arquivos de Tag: Blitz Urbana

Prefeitura de São Luís combate poluição visual com retirada de material publicitário irregular

Fiscais da Blitz Urbana em ação durante operação Placa Legal

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação (Semurh), via Blitz Urbana, realizou nesta quarta-feira (21), mais uma ação do programa Placa Legal.

O objetivo é combater a poluição visual na capital com a retirada de material irregular. Foram removidas placas, faixas e outdoors que estavam em desacordo com o decreto N°25.300 de 26 de maio de 2003.

Além da poluição visual, muitos destes materiais ofereciam riscos à população. Ao todo foram retiradas 65 placas e emitidas 10 notificações de advertência.

As apreensões incluem outdoors, placas em postes, cavaletes nas vias, panfletagem irregular, faixas de festas (que chegam a ser retiradas cerca de 400 por mês) e demais engenhos publicitários irregulares.

Antecedendo a operação Placa Legal, a Blitz Urbana realizou mapeamento dos locais irregularmente ocupados e orientou proprietários das empresas de publicidade.

A ação desta quarta-feira começou na área central da cidade e se estendeu para as avenidas dos Africanos, Kennedy e Daniel de La Touche e ainda aos bairros Areinha, Alemanha e Cohama.

“O intuito do programa é melhorar ainda mais a paisagem urbana e manter a qualidade da comunicação publicitária nas áreas públicas”, afirma o secretário municipal de Urbanismo e Habitação, Mádison Leonardo Andrade.

Segundo o secretário, a fiscalização é diária, com foco nas principais avenidas, áreas de grande fluxo de pessoas, terrenos sem muro e próximo de córregos, rios, mangues e pontes, que são áreas proibidas.

As empresas que descumprirem as normas insistindo na colocação das placas em espaço público inadequado terão o item retirado e apreendido. Os responsáveis pelas placas estão sujeitos a multas.

“Garantir o ordenamento urbano para desobstruir as áreas públicas impedindo a poluição visual é o objetivo da ação”, reforça o diretor da Blitz Urbana, Joaquim Azambuja. A operação deve continuar até que todos os materiais de divulgação irregulares sejam retirados.

A calçada é da Extrafarma

A rede de farmácias Extrafarma parece ter esquecido que calçada é para pedestre.

Em todas as farmácias do grupo, placas luminosas estão sendo fixadas no meio da calçada, dificultando o acesso de pedestres.

A prefeitura de São Luís teria conhecimento do fato, segundo funcionários.

Prefeitura reúne comerciantes informais da Praça Deodoro para ação de preservação das árvores

A Prefeitura de São Luís e a empresa de reciclagem Indama farão o recolhimento semanal do óleo usado por comerciantes informais que trabalham na Praça Deodoro. O produto será armazenado de forma adequada em baldes e, depois de recolhido, será transformado em sabão artesanal.

A ação visa a limpeza do logradouro, que recebe diariamente centenas de pessoas que trafegam pelo espaço, bem como a preservação das árvores que muitas vezes recebem estes resíduos em suas raízes, o que prejudica a saúde destas espécies.

Nesta sexta-feira (9), o Instituto Municipal da Paisagem Urbana (Impur) e a Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação (Semurh), via Blitz Urbana reuniram os comerciantes informais que trabalham com óleo e água quente nas praças do Pantheon e Deodoro.

A reunião foi parte da programação da Semana Mundial do Meio Ambiente e serviu como alerta para preservação de dezenas de oitizeiros centenários.

Durante o encontro que reuniu cerca de 60 comerciantes, o presidente do Impur, Luiz Borralho, explicou que várias ações já foram iniciadas como forma de prevenção e manutenção das plantas.

“É necessário um trabalho conjunto e de conscientização por parte dos comerciantes para que preservemos nossas árvores, que são um bem da cidade. Para isto não podemos descartar resíduos em suas raízes porque traz muitos prejuízos às plantas”, disse Borralho.

Ainda de acordo com Borralho, uma parte dos comerciantes cadastrados e que operam regularmente nas praças já faz a destinação correta destes resíduos.

“Já temos pessoas que entenderam o processo e a necessidade de preservar, que encaminham o óleo para reciclagem e é exatamente o trabalho que estamos fazendo com os demais, conscientizar para que dêem a destinação correta para o produto”, completou.

RECOLHIMENTO

O administrador da empresa recicladora, Rafael Pinto, explica que o processo de recolhimento será realizado semanalmente e que a empresa ficará responsável também pela reciclagem do óleo que será transformado em sabão artesanal.

“Vamos distribuir baldes com tampa para que os comerciantes iniciem o processo do descarte correto e ao final da semana, faremos o recolhimento do produto com total higienização. Com o avanço na conscientização dessa prática, faremos ainda a implantação de bambonas fixas para atender as duas praças”, detalhou Rafael Pinto.

Já a entrega do material será feito na base da Blitz Urbana, localizada na Praça do Pantheon, medida que, de acordo com o superintendente da Blitz, Antônio Duarte, facilita o deslocamento dos comerciantes.

“Além de prevenção, a Prefeitura visa a saúde das plantas, o bem estar e segurança de quem trabalha e passa todos os dias por aqui”, disse Antônio Duarte.

AÇÃO CURATIVA

A partir deste sábado (10), a Prefeitura de São Luís por meio do Impur, também dará início à ação curativa em 32 oitizeiros. Os exemplares que passaram por um minucioso diagnóstico, feito por técnicos e agrônomos, revela que as plantas estão com brocas, uma espécie de abertura interna e que propicia o aparecimento de fungos e bactérias que podem ocasionar a morte das árvores.

A ação tem prazo para conclusão de 10 dias, em razão do grande fluxo de pessoas que passam pelo local. Serão preenchidas as regiões comprometidas de cada árvore, entre outros procedimentos curativos.