Arquivos de Tag: Prefeitura de São Luis

Prefeitura de São Luís combate poluição visual com retirada de material publicitário irregular

Fiscais da Blitz Urbana em ação durante operação Placa Legal

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação (Semurh), via Blitz Urbana, realizou nesta quarta-feira (21), mais uma ação do programa Placa Legal.

O objetivo é combater a poluição visual na capital com a retirada de material irregular. Foram removidas placas, faixas e outdoors que estavam em desacordo com o decreto N°25.300 de 26 de maio de 2003.

Além da poluição visual, muitos destes materiais ofereciam riscos à população. Ao todo foram retiradas 65 placas e emitidas 10 notificações de advertência.

As apreensões incluem outdoors, placas em postes, cavaletes nas vias, panfletagem irregular, faixas de festas (que chegam a ser retiradas cerca de 400 por mês) e demais engenhos publicitários irregulares.

Antecedendo a operação Placa Legal, a Blitz Urbana realizou mapeamento dos locais irregularmente ocupados e orientou proprietários das empresas de publicidade.

A ação desta quarta-feira começou na área central da cidade e se estendeu para as avenidas dos Africanos, Kennedy e Daniel de La Touche e ainda aos bairros Areinha, Alemanha e Cohama.

“O intuito do programa é melhorar ainda mais a paisagem urbana e manter a qualidade da comunicação publicitária nas áreas públicas”, afirma o secretário municipal de Urbanismo e Habitação, Mádison Leonardo Andrade.

Segundo o secretário, a fiscalização é diária, com foco nas principais avenidas, áreas de grande fluxo de pessoas, terrenos sem muro e próximo de córregos, rios, mangues e pontes, que são áreas proibidas.

As empresas que descumprirem as normas insistindo na colocação das placas em espaço público inadequado terão o item retirado e apreendido. Os responsáveis pelas placas estão sujeitos a multas.

“Garantir o ordenamento urbano para desobstruir as áreas públicas impedindo a poluição visual é o objetivo da ação”, reforça o diretor da Blitz Urbana, Joaquim Azambuja. A operação deve continuar até que todos os materiais de divulgação irregulares sejam retirados.

Ora São Luís e Retiros Culturais vão reunir grande público nesta quarta-feira na Maria Aragão

O encontro tem início a partir das 15h e reunirá grande público cristão

Nesta quarta-feira (14), a partir das 15h, acontece na Praça Maria Aragão o Ora São Luís e o Retiros Culturais. Voltado para o público cristão, a programação do encontro conta com a participação de artistas locais, nacionais e internacionais.

O evento é promovido pela Prefeitura de São Luís e Governo do Estado e reunirá cristãos de todo o estado para uma grande noite de louvor na capital.

O encontro reunirá jovens que participaram da Semana Maranhense de Retiros Culturais. Para o Ora São Luís e o Retiros Culturais, que também marcam o encerramento das atividades dos retiros, são esperadas milhares de pessoas.

Na programação estão as bandas Christafari e Som e Louvor; e os cantores Maurício Paes e Cassiane.

Entre outras canções esperadas pelo público estão ‘Com muito louvor’ e ‘Amigo Espírito Santo’, da cantora Cassiane; ‘Família debaixo da graça’, ‘Louvor e Honra’ e ‘Tua graça me basta’, do cantor Maurício Paes; e ‘Deus estava lá’, ‘De janeiro a janeiro’ e ‘Adora’, da banda Som e Louvor.

Como convidada internacional, a banda Christafari, banda de reggae cristão originária dos Estados Unidos que participa pela segunda vez em São Luís. Por meio de músicas como ‘Hosanna’, ‘Oceans’, ‘Here i am to workship’ e ‘Christafari’, o grupo traz para São Luís mensagens de fé, amor e esperança.

A programação do Ora São Luís e do Retiros Culturais contará, ainda, com a participação de Forró de Crente, Fogo e Glória, Carlos Alfredo, Normando França, Jhonny, Lídia Carollini, Joel Mistokles e Francivaldo Borges.

Todas as atrações prometem momentos de animação, louvor e adoração.

Linhas de ônibus que circulam no Centro terão trajeto alterado e frota ampliada durante o Carnaval

A frota completa estará circulando em horários e trajetos específicos

Com o objetivo de manter a organização do trânsito e a oferta do transporte coletivo urbano durante o Carnaval 2018, a Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), irá realizar alteração na frota, em horários específicos, e nos trajetos dos ônibus que circulam pelo Centro da cidade.

Das 14h do dia 11 de fevereiro até as 14h do dia 14, o transporte coletivo irá operar com o total da frota que circula normalmente aos sábados.

Os trajetos dos ônibus serão alterados por conta do fechamento parcial da Avenida Beira-Mar e do Anel Viário. As linhas que operam pela Ponte do São Francisco, por exemplo, com destino Terminal da Praia Grande e Centro, devem desviar pela Rua das Paparaúbas e seguir pela Ponte Bandeira Tribuzzi em direção à Camboa, Avenida Venceslau Brás, Deodoro, Rua da Paz, Avenida Magalhães de Almeida e Anel Viário, para, então, seguir o itinerário normal.

As Linhas que operam pela Avenida Getúlio Vargas (Monte Castelo) com destino ao Terminal da Praia Grande via Rua Rio Branco, devem passar pela Deodoro, Rua da Paz, Avenida Magalhães de Almeida, Anel Viário e segue itinerário normal.

Já as linhas que operam pela Ponte Ponte Bandeira Tribuzzi, devem desviar Camboa, Avenida Venceslau Brás, Deodoro, Rua da Paz, Avenida Magalhães de Almeida e Anel Viário.

Por conta do desfile de passarela, antes de seguir o itinerário normal, as linhas que operam pela Avenida Beira Mar sentido Bacanga/Areinha/Avenida dos Africanos, devem desviar na Fonte do Bispo, Rua das Cajazeiras, Avenida Guaxenduba e Areinha.

A SMTT informa, ainda, que durante o período de carnaval as equipes de plantão de trânsito e transportes estarão trabalhando 24hs por dia, e as solicitações de apoio podem ser realizadas por meio dos telefones 3214-1123/3214-1149.

ORA SÃO LUÍS E RETIROS CULTURAIS

A fim de atender a demanda de usuários que participarão do Ora São Luís e do Retiros Culturais que acontece na quarta-feira (14), uma frota de 27 ônibus irá garantir o transporte de passageiros.

A frota estará operando até o final do evento. Os coletivos sairão no sentido da Avenida Beira Mar para o Viva, retorno da Reffsa e terminal da Praia Grande e, posteriormente, seguirão até o ponto final de cada linha.

Entre as linhas disponibilizadas estão Vicente Fialho, Divineia/ São Luís Shopping, Cohatrac IV, Janaina Riod, São Raimundo, Cidade Olímpica, Piquizeiro, Vila Sarney, Gapara e Vila Nova/ Sol Nascente.

Prefeitura e Governo do Estado realizam ‘Ora São Luís’ e Retiros Culturais na quarta-feira

Ano passado evento reuniu grande público na Maria Aragão

Um grande encontro de fé e adoração. Essa é a proposta do ‘Ora São Luís’ e Encontros Culturais que acontecem na quarta-feira (14). O evento, promovido pela Prefeitura de São Luís e Governo do Estado, começa às 15h, na Praça Maria Aragão.

Essa é a terceira edição do evento, que reúne grandes nomes da música cristã. Em 2018, a programação do encontro conta com a participação de convidados internacionais.

O evento, voltado para o público cristão, tem se consolidado como um dos grandes momentos de fé, oração e louvor da capital, realizado sempre após o Carnaval.

Além de convidados locais, o ‘Ora São Luís’ traz, em 2018, convidados internacionais e nacionais. A banda Christafari participa pela primeira vez do evento.

Originária dos Estados Unidos, a banda de reggae cristão é conhecida por louvores como ‘Hosanna’, ‘Oceans’, ‘Here i am to workship’, ‘Christafari’, entre outros. Por meio das músicas, o grupo traz para São Luís mensagens de fé, amor e esperança.

O ‘Ora São Luís’ conta, ainda, com as presenças dos cantores Maurício Paes e Cassiane e da banda Som e Louvor. Entre outras canções esperadas estão ‘Com muito louvor’ e ‘Amigo Espírito Santo’, da cantora Cassiane; ‘Família debaixo da graça’, ‘Louvor e Honra’ e ‘Tua graça me basta’, do cantor Maurício Paes; e ‘Deus estava lá’, ‘De janeiro a janeiro’ e ‘Adora’, da banda Som e Louvor.

O evento contará, ainda, com a participação de Forró de Crente, Fogo e Glória, Carlos Alfredo, Normando França, Jhonny, Lídia Carollini, Joel Mistokles e Francivaldo Borges. As atrações prometem momentos de animação, louvor e adoração.

RETIROS CULTURAIS

O evento na Praça Maria Aragão também será marcado pela presença de jovens que participaram da Semana Maranhense de Retiros Culturais.

O grande encontro de fé que acontecerá no local vai marcar o encerramento das atividades dos retiros e deve reunir milhares de pessoas.

Prefeitura de São Luís inicia Trabalho Social no Residencial Amendoeira

O município de São Luís já alcançou 11 mil pessoas com o Trabalho Social

Aprimoramento profissional, estímulo ao empreendedorismo e mais oportunidade no campo de trabalho são os principais aspectos do Trabalho Social desenvolvido pela Prefeitura de São Luís com os moradores de empreendimentos residenciais do programa federal ‘Minha Casa, Minha Vida’, na capital.

Nesta sexta-feira (2), foi dado início a mais uma etapa da ação, no Residencial Amendoeira 3 e 4. Serão ofertados mais de 60 cursos profissionalizantes para beneficiar cerca de dois mil moradores do residencial.

O ato de lançamento da ação aconteceu na Associação de Moradores do Amendoeira e segue a política do prefeito Edivaldo de fomento ao emprendedorismo e geração de renda.

Com essa fase do projeto, o município chega ao número de 11 mil pessoas contempladas pela ação.Entre os cursos ofertados pelo projeto estão os de elaboração de doces e salgados, artesanatos, secretariado, cabeleireiro, garçom, agente de portaria, design de sobrancelha, jardinagem, decoração de sandálias, confecções de bijuterias, almofadas, entre outros.

Também são realizadas palestras abordando temas como sustentabilidade ambiental, desenvolvimento socioterritorial, educação patrimonial, igualdade racial e de gênero, além de ações de incentivo à leitura e práticas esportivas para as crianças e adolescentes moradores dos residenciais beneficiados pelo projeto.

O trabalho é coordenado pela Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação (Semurh).

“A ação busca apoiar os novos moradores desses residenciais a terem mais oportunidade de trabalho e renda, por meio das capacitações ministradas; exercerem sua cidadania, estimular o empreendedorismo e terem maior participação comunitária, como orienta o prefeito Edivaldo”, destacou o secretário da Semurh, Leonardo Andrade.

“O Trabalho Social também estimula a organização da população e a gestão comunitária dos espaços comuns, na perspectiva de contribuir com a harmonia entre os moradores, a melhoria da qualidade de vida das famílias beneficiárias e a sustentabilidade dos empreendimentos”, completou o secretário.

Na ocasião, foram entregues os certificados de conclusão dos cursos ministrados aos moradores do Residencial Amendoeira 1 e 2, onde o Trabalho Social já foi concluído, beneficiando a cerca de 1.800 pessoas.

O projeto também já foi executado nos residenciais Santo Antônio I e II, Piancó 7 e 8 e Ribeira de 1 a 9.

Segundo a coordenadora do ‘Minha Casa, Minha Vida’, em São Luís, Gabriela Melo, o programa habitacional na capital não contempla apenas as edificações físicas.

Nesse sentido, após a entrega das unidades, até 12 meses depois, a Prefeitura realiza um conjunto de ações de caráter educativo e informativo junto aos beneficiários, para promover o exercício da participação cidadã.

Ela explica, ainda, que o trabalho visa desenvolver ações de apoio e fortalecimento à participação efetiva das famílias beneficiárias, através de atividades que promovam a inclusão social e produtiva, garantam a geração de renda e a convivência social.

CAPACITAÇÃO

O Trabalho Social desenvolve ações de capacitação profissional e de caráter educativas, voltadas ao aumento da empregabilidade e a geração de renda; além de educação ambiental, sanitária e patrimonial.

As ações são realizadas por meio de cursos, oficinas, palestras nas áreas de sustentabilidade, saúde, alimentação, atendimento, embelezamento, informática, artes, educação, entre outras áreas.

Uma dos beneficiários do Trabalho Social é a auxiliar administrativa Franciele Santos Nunes, 42 anos, que participou do curso de secretariado ministrado para os moradores do Amendoeira I e II.

“Como eu já trabalho na área, aproveitei a oportunidade para me aprimorar um pouco mais com essa capacitação. Foi uma experiência grandiosa na minha vida”, disse ela.

A dona de casa Ildeane Cutrim Rodrigues, 33 anos, concluiu os curso de decoração de sandálias e confecções de biscuit

Também beneficiária da ação, a dona de casa Natália Lisboa, 32 anos, enaltece a realização dos cursos. “Eu me inscrevi em seis capacitações e conclui todas. Tive e a possibilidade de fazer e não perdi a oportunidade. Agora pretendo reproduzir os artesanatos que aprendi a fazer para ter um ganho extra”, relatou.

Quem também não perdeu a oportunidade foi a dona de casa Ildeane Cutrim Rodrigues, 33 anos.

“Fiz o curso de decoração de sandálias e confecções de biscuit, artes que quero praticar a partir agora e tentar ganhar um dinheiro a mais com venda dos meus produtos”, concluiu ela.

Prefeitura divulga prazo de credenciamento da imprensa para Passarela do Samba

O sambódromo está sendo preparado para os desfiles das escolas de samba, blocos e outras agremiações

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Comunicação (Secom), está realizando o credenciamento da imprensa para cobertura do Carnaval de Todos 2018, promovido em parceria entre a Prefeitura e o Governo do Estado, no circuito Passarela do Samba.

As solicitações de credencial para cobertura da programação serão recebidas até o dia 5 de fevereiro.

Os interessados devem enviar e-mail para o endereço imprensaprefeituraslz@gmail.com com nome da emissora/veículo, tipo de veículo (site, jornal, TV, rádio) data(s) da cobertura, quantitativo de profissionais a serem cadastrados e suas respectivas funções por dia de evento.

A programação na passarela, coordenada pela Secretaria Municipal de Cultura (Secult), acontece de 9 a 13 de fevereiro, das 17h às 3h.

Jornais, revistas, rádios, agências de notícias e sites terão direito a, no máximo, duas credenciais. As TVs poderão credenciar até três profissionais.

Os credenciamentos para profissionais de imprensa free-lancers serão analisados individualmente. Apenas serão credenciados como imprensa os profissionais que atuam como repórteres, fotógrafos, produtores, cinegrafistas, redatores, editores, assistentes de produção/câmera e assessores de imprensa.

Estão excluídos, portanto, o departamento comercial dos veículos de comunicação, bem como outros profissionais que não se enquadrem nas categorias citadas, a exemplo de motoristas e outros.

A credencial dará acesso à pista onde acontecem os desfiles e ao palco principal de shows, não sendo permitida a entrada nos camarotes, frisas e QG institucional.

A entrega das credenciais será no dia 9 de fevereiro, na sede da Secretaria Municipal de Cultura (Secult), localizada na Rua do Mocambo nº 253 – Centro, a partir das 9h.

PROGRAMAÇÃO

A Passarela do Samba tem programação de 9 a 13 de fevereiro, das 17h às 3h, iniciando todos os dias com apresentação de tambores de crioula no seu entorno.

Na sexta-feira (9), além da abertura oficial com a entrega da Chave da Cidade para a Corte Momesca, os foliões poderão conferir o desfile dos Blocos Tradicionais do Grupo B.

Sábado, dia 10, será o desfile dos Blocos Tradicionais do Grupo A. O concurso continua no domingo (11) e segunda (12) com desfile de blocos organizados, turmas de samba e escolas de samba.

Na terça-feira (13) será a vez das tribos de índio, alegorias de rua e blocos afros.

O encerramento conta com um grande baile popular animado por bandas carnavalescas. Na quarta-feira de Cinzas, além da apuração do Concurso da Passarela, será realizada o Ora São Luís, a partir das 18h, na Maria Aragão, com programação gospel nacional e local.

Primeira edição 2018 do programa ‘Todos por São Luís’ será voltada à saúde mental

Primeira-dama Camila Holanda acompanha oficina em uma das edições do ano passado do ‘Todos por São Luís’

Em alusão ao Janeiro Branco, mês dedicado à prevenção e cuidados com a saúde mental, o programa ‘Todos Por São Luís’ vai desenvolver a 56ª edição e primeira de 2018 dedicada ao tema.

A culminância da ação, que é executada pela Prefeitura de São Luís, será realizada no sábado (27), no Centro de Atenção Integral ao Idoso (Caisi), no Filipinho, das 8h às 12h.

Para tratar do tema com a sociedade, a Prefeitura traz na programação palestras educativas, oficinas e orientação sobre formas de prevenção, entre outras atividades.

A primeira-dama Camila Holanda, que é coordenadora geral do programa, destacou a importância da abordagem do tema pelo programa ‘Todos por São Luís’.

“O evento vai nos oportunizar tratar do assunto de uma forma bem mais abrangente, porque sempre reúne um grande contingente de pessoas. E a campanha Janeiro Branco tem exatamente esse objetivo: mobilizar e conscientizar a sociedade em favor da saúde mental, para desmitificarmos a compreensão cercada de tabus sobre o problema e fornecer mais informações e possibilidades para a manutenção de uma boa saúde mental”, disse Camila Holanda.

Nesse sentido, o ‘Todos por São Luís’ vai desenvolver ações de caráter preventivo, uma vez que torna-se cada vez mais crescente o número de casos de depressão, ansiedade, fobias, pânico, entre outras doenças afins, o que demonstra que as pessoas precisam começar a cuidar mais também de aspectos mentais e emocionais de suas vidas.

As ações do ‘Todos Por São Luís’ iniciam nesta sexta-feira (26), com um café da manhã, no Centro de Saúde Antônio Farina, unidade que presta atendimento voltado ao tratamento da saúde mental. O Centro de Saúde fica na Rua Três, Quadra 17, nº 5, no Filipinho.

No sábado, 27, durante a ação, serão realizadas atividades de saúde como consultas ambulatoriais em diversas especialidades médicas, vacinação humana, oficinas diversas, atendimento social, realização de inscrição para recebimento do kit grátis para conversão da TV analógica ao sistema digital, entre outras atividades.

As ações desta edição do ‘Todos Por São Luís’ encerram no dia 31 deste mês, com um baile de Carnaval infantil, realizado no Centro de Atenção Psicossocial Infanto-Juvenil, na Rua H, Quadra F, Casa 5, no Jardim Atlântico, Turu.

JANEIRO BRANCO

O mês de janeiro foi escolhido para ser o período dedicado à saúde mental por alguns motivos peculiares, entre os quais o fato de ser o mês em que as pessoas têm a sensação de um novo começo, de novos planos e novo estilo de vida.

Os criadores da campanha quiseram aproveitar esse clima para que as pessoas comecem o ano pensando também em sua saúde mental. Além disso, observa-se nesse mês maior melancolia e um momento em que muitas pessoas estão fragilizadas, sendo então o momento ideal para buscar ajuda profissional e começar a cuidar da mente.

Em São Luís, a Prefeitura disponibiliza o Centro de Atenção Psicossocial de Álcool e Drogas (CAPS AD), no Filipinho, onde oferta atendimento a pessoas com comprometimentos mentais.

A unidade dispõe de equipe multidisciplinar constituída por médicos psiquiatras, psicólogos, terapeutas ocupacionais, assistentes sociais, enfermeiros, técnicos de enfermagem, farmacêuticos, fisioterapeutas, entre outros profissionais.

Também são promovidas, periodicamente, atividades paralelas e complementares, constituídas por palestras educativas sobre temas ligados à área da saúde, como o combate às drogas e prevenção de DST/AIDS.

Cursos oferecidos pela Prefeitura e voltados para a área de alimentos estimulam geração de renda

Alunas apresentam comidas elaboradas durante o curso

A Prefeitura de São Luís realiza uma série de capacitações com foco no aprendizado e que podem servir para geração de renda das famílias. Por meio da Secretaria de Segurança Alimentar (Semsa), estão sendo oferecidos cursos de Aproveitamento Integral dos Alimentos em diversos bairros da capital, até dia 25 deste mês.

Os alunos aprendem a elaborar receitas com alto valor nutritivo utilizando partes que, em geral, são descartadas. São cerca de 20 turmas contemplando aproximadamente 400 pessoas.

“Os cursos têm um viés importante ao proporcionar a autonomia de quem participa e a geração de renda, além de conscientizar para o melhor aproveitamento do que se consome. A secretaria tem uma vasta grade de cursos com esse fim, que são definidos com as próprias comunidades com foco no trabalho e renda. Dessa forma, o prefeito Edivaldo mostra sua preocupação em garantir condições melhores e qualidade de vida às famílias”, pontua a secretária municipal de Segurança Alimentar (Semsa), Fatima Ribeiro.

Nesta etapa, os participantes são moradores das comunidades referenciados pelo Centro de Referência de Assistência Social (Cras) dos bairros, selecionados pela Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas).

No cronograma, os alunos aprendem a preparar receitas diversas com partes das frutas e legumes que normalmente são descartadas, como cascas, folhas, talos e sementes, por exemplo. Estes itens se transformam em bolos, tortas, doces, farofas, entre outros.

“São alimentos mais saudáveis, mais ricos em nutrientes, que trazem em sua composição menos gordura e têm maior valor nutritivo. As receitas são práticas e econômicas para sua elaboração”, enfatiza a nutricionista e monitora da Semsa, Mariana Ribeiro.

O curso inclui ainda a educação sobre o desperdício de alimentos, a importância de hábitos alimentares mais saudáveis, a forma correta de manipulação dos alimentos, higienização das mãos, maneira adequada de congelamento dos alimentos, entre outras informações.

Serão contemplados com a capacitação comunidades dos bairros Estiva, Bairro de Fátima, Fé em Deus, Vinhais e São Francisco.

Os cursos de capacitação da Semsa integram o Eixo de Geração de Renda e em 2017 alcançou quase cinco mil pessoas. Foram realizadas capacitações em panificação, bombons regionais, aproveitamento de alimentos; palestras; avaliação nutricional e a oficina Chefs Mirins, voltada para a educação alimentar das crianças.

Prefeitura de São Luís inicia montagem da estrutura da Passarela do Samba

Operários começam a montar estrutura da Passarela do Samba, no Anel Viário

A Prefeitura de São Luís iniciou, nesta sexta-feira (19), a montagem da estrutura da Passarela no Anel Viário. O espaço está sendo preparado para os desfiles das escolas de samba, blocos tradicionais, blocos organizados, blocos afro, tribos de índio e demais agremiações carnavalescas.

A ação reforça o compromisso do prefeito Edivaldo com a promoção da cultura, além do fomento à economia com festividades que promovem a geração de emprego e renda.

O Carnaval de Todos 2018 está sendo organzidado pela Prefeitura em parceria com o Governo do Estado.

“O prefeito Edivaldo vem cumprindo seu compromisso com a cultura popular ludovicense, preservando as nossas manifestações culturais mais genuínas e garantindo toda a estrutura para que São Luís tenha uma grande festa e receba moradores e visitantes com a alegria e animação que sempre marcaram nosso Carnaval”, afirmou o secretário municipal de Cultura (Secult), Marlon Botão.

A Passarela do Samba é um dos principais pontos de concentração dos foliões da capital. A estrutura conta com 200 metros de pista e capacidade de público de nove mil pessoas.

O espaço terá 26 camarotes para 20 pessoas cada; espaço institucional para 140 pessoas; 27 cabines de jurados; espaço com acessibilidade destinado para pessoas com mobilidade reduzida e idosos e ainda seis arquibancadas com cerca de três mil lugares.

A entrada à passarela será gratuita.

ILUMINAÇÃO

A Prefeitura também trabalha na montagem de sete torres de iluminação própria para o evento, com incidência de luz em torno de 185 kW de potência. O trabalho de iluminação do espaço é realizado pela Secretaria Municipal de Obras e Serviços (Semosp).

Segundo o titular da Semosp, Antonio Araújo, para deixar o espaço melhor estruturado ao evento, a Prefeitura também vai promover melhorias em todo o entorno da Passarela do Samba, com requalificação asfáltica das vias nas proximidades do circuito.

Serviços de capina, limpeza, pintura dos meios-fios, entre outras ações também serão reforçados pelo Comitê Gestor de Limpeza da Prefeitura.

Além do Anel Viário, a Prefeitura também vai executar melhorias nos demais espaços de eventos carnavalescos apoiados pelo município.

“Vamos instalar projetores de luz especiais de eventos, com 1000w de potência, ao longo da avenida Vitorino Freire, em frente à Passarela do Samba; assim como também nas escadarias, becos e ruas das proximidades que dão acesso ao local”, enfatizou Antonio Araújo, acrescentando ainda que todo esse cuidado é para proporcionar mais segurança aos foliões em toda a área.

No local, também serão instalados banheiros químicos, central de atendimento de urgência/saúde, barracas de bebidas e comidas em seu entorno e área de concentração de agremiações.

REUNIÃO

Com o objetivo de alinhar as ações que serão executadas durante o Carnaval de Passarela, a Prefeitura de São Luís promoveu, na última quinta-feira (18), uma reunião com parceiros do evento.

Realizada na Secretaria Municipal de Saúde (Semus), os presentes discutiram sobre atividades como disciplinamento do trânsito, segurança, ações de saúde, fiscalização do comércio informal e todo trabalho que será realizado entre os dias 9 e 13 de fevereiro, quando haverá programação no Carnaval de Passarela da cidade.

Foram convocados para a reunião representantes de órgãos municipais como as secretarias de Cultura, Comunicação, Trânsito e Transportes, Turismo, Obras e Serviços Públicos; Saúde; Secretaria de Segurança com Cidadania, por meio da Guarda Municipal; Secretaria de Habitação e Urbanismo, com a Blitz Urbana; Comitê Gestor de Limpeza Urbana; e a Subprefeitura do Centro Histórico; além de órgãos estaduais como o Corpo de Bombeiro, Polícia Militar e Polícia Civil; e a Companhia Energética do Maranhão (Cemar).

O secretário Marlon Botão, destacou que a articulação entre os parceiros é fundamental para a realização do Carnaval na cidade. “É por meio da parceria dessas instituições que conseguimos executar esse grande evento que é o Carnaval em São Luís. É através da junção de esforços que conseguimos garantir uma festa organizada, segura e com apoio de equipes de saúde para qualquer ocorrência”, disse o titular da Secult, pasta responsável pela organização do Carnaval de Passarela.

Durante a reunião, os representantes dos órgãos alinharam o desenvolvimento de atividades que serão realizadas para garantir a execução do Carnaval e o bem-estar dos brincantes durante todo o evento.

As atividades envolvem a estruturação da Passarela do Samba, segurança, o disciplinamento do trânsito, a limpeza e iluminação pública, organização do comércio informal durante os dias de festa, desenvolvimento de ações educativas em saúde, bem como o suporte com ambulâncias e o apoio da rede de urgência e emergência.

O secretário municipal de Saúde, Lula Fylho, esteve presente na reunião e avaliou positivamente o encontro. “Cada um tem suas responsabilidades, mas o trabalho em conjunto leva ao êxito do evento como um todo. O que temos feito é alinhar essas funções. Desde que essas reuniões prévias passaram a ser realizadas para a organização do Carnaval, percebemos mudanças favoráveis durante a realização do evento”, disse o secretário.

SEGURANÇA

A segurança no Carnaval estará sob responsabilidade da Polícia Militar (PM), que estará com 1.200 policiais trabalhando na região metropolitana durante o período de festa. A Polícia Militar contará com o apoio da Guarda Civil e dos demais órgãos envolvidos.

“A segurança no Carnaval se dá partir das ações integradas de todos os órgãos, municipais e estaduais. É importante que as pessoas obedeçam às regras, às leis e às orientações das autoridades”, destacou o coronel da PM Pedro Ribeiro.

COMÉRCIO INFORMAL

Durante a programação do Carnaval 2018, a Prefeitura de São Luís, por meio da Blitz Urbana, realizará o disciplinamento dos interessados em comercializar alimentos e bebidas no entorno da Passarela do Samba, no Anel Viário, e na Praça Maria Aragão.

A fiscalização durante o período será reforçada, com o objetivo de garantir mais segurança para os foliões, além de prevenir acidentes com garrafas e recipientes de vidro, que serão proibidos durante os cinco dias de Carnaval.

Prefeitura orienta população para alterações em paradas de ônibus na Praça Deodoro

Prefeitura modificará paradas de ônibus por causa das obras de requalificação do Complexo Deodoro

A partir de sábado (20), um novo posicionamento das paradas de ônibus passará a funcionar nas proximidades da Praça Deodoro, no Centro da cidade.

A mudança será realizada por conta da obra de requalificação do Complexo Deodoro e Rua Grande, que provocará a interdição temporária de trechos por onde atualmente circulam os coletivos.

Para melhor orientar os passageiros, a Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), implantará placas indicativas nos novos pontos de ônibus e fará atividade de orientação na área.

O secretário municipal de Trânsito e Transportes, Canindé Barros, destaca que a intenção da Prefeitura é fazer com que as informações sobre as alterações alcancem os usuários do transporte coletivo de São Luís.

“A mudança começa a vigorar a partir de sábado (20). A proposta é lançar também a informação no aplicativo Meu Ônibus e desenvolver outras ações que orientem os passageiros. Os usuários precisam saber onde devem pegar o seu ônibus e essas são iniciativas que visam facilitar esse entendimento”, afirma o secretário.

Com a mudança, não haverá redução na quantidade de pontos de ônibus, mas todas as paradas auxiliares das avenidas Silva Maia (via à direita da biblioteca por onde passam ônibus como Cohatrac/São Francisco, Sacavém/Cerâmica e Janaína/Riod) e Gomes de Castro (via à esquerda da Biblioteca Pública Benedito Leite, por onde passam linhas como Uema/Ipase, Cidade Olímpica/Ipase, Coroadinho/Bom Jesus, São Francisco e Ponta d’Areia) serão deslocadas.

Durante a execução das obras, onde havia duas paradas na Avenida Silva Maia, localizadas nas proximidades do Laboratório Cedro, passará a ter cinco novos pontos, distribuídos até as proximidades do Colégio Liceu Maranhense e do Ginásio Costa Rodrigues.

O objetivo das paradas localizadas nas proximidades do Liceu Maranhense é, além de beneficiar os passageiros, favorecer os trabalhadores dos camelôs que, por conta das obras, serão instalados no local.

Já uma das paradas da Gomes de Castro, passará a funcionar onde estão os pontos de ônibus como Vila Embratel e Gapara, que não sofrerão alterações.

As duas demais paradas que estavam localizadas na lateral da Biblioteca Pública Benedito Leite e do Serviço Social do Comércio (Sesc) serão deslocadas para o lado das paradas localizadas em frente ao Banco do Brasil.

A parada localizada na via que dá acesso à Rua Rio Branco não sofrerá alteração, mas a mudança dos demais pontos de ônibus possibilitará a redução de fluxo de veículos na área, que também será contemplada com a obra.

Os pontos de ônibus funcionarão como paradas seletivas, caracterizadas por uma sequencia de paradas por onde passam as linhas.

REQUALIFICAÇÃO

A obra de requalificação da Praça Deodoro e da Praça do Pantheon está sendo realizada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em parceria com a Prefeitura de São Luís.

O projeto vai contemplar a requalificação urbana de todo o complexo Deodoro, que engloba também a Praça do Pantheon, além das alamedas Silva Maia e Gomes de Castro, e a Rua Grande, no trecho entre o Largo do Carmo e Parque Urbano Santos.

O novo posicionamento das paradas de ônibus na região funcionará durante toda obra.